11/04/2021 às 15h20min - Atualizada em 11/04/2021 às 15h20min

​VÍDEO: Pianista de PG interpreta canções de compositora erudita de Palmeira

Trabalho foi realizado a convite da Academia Ponta-grossense de Letras e Artes (APLA), dentro do 2º Festival Virtual de Artes

Da redação
Foto: Reprodução / YouTube
O pianista, professor e pesquisador Douglas Passoni, de Ponta Grossa, divulgou neste domingo (11) um vídeo com duas canções da compositora erudita Maria Eunice Baptista Ceccatto, natural do município de Palmeira, assim como Passoni. O trabalho foi realizado a convite da Academia Ponta-grossense de Letras e Artes (APLA), dentro do 2º Festival Virtual de Artes.

Morta em 2010, Maria Eunice nasceu no ano de 1925 e, aos 14 anos, já interpretava os mais difíceis ‘Estudos de Concerto’ do compositor húngaro Franz Liszt no auditório da Rádio Clube Ponta-grossense. “A obra da Maria Eunice tem um estilo bastante plural e, apesar de bastante singela do ponto de vista da estrutura musical, traz em melodias as cenas do seu cotidiano”, comenta Passoni. 

As canções de Maria Eunice escolhidas por ele para o festival da APLA foram “Gentileza” e “Cadê?”. “‘Gentileza’ foi uma das primeiras valsas que eu ouvi a Maria Eunice tocar e, consequentemente, foi umas das primeiras que eu incluí no meu repertório. Escolhi ela com o intuito de oferecer e pedir mais gentileza às mulheres”, explica o pianista. 

Já “Cadê?”, segundo o músico, é “quase” um chorinho reflexivo, alegre e nostálgico, escrito pela compositora em memória de um sobrinho falecido. “Quando fui escolher as músicas para o projeto, não consegui não tocar essa em meio ao desaparecimento de tantas mulheres vítimas dessa fase que vivemos”, observa. 

Música é vida

Fascinado pela história musical dos Campos Gerais, o pianista chegou a apresentar, em 2008, um recital com obras de Maria Eunice contando com a própria compositora na plateia. Na contracapa de uma das partituras, Maria Eunice escreveu um recado ao músico: “Parabéns, e meus agradecimentos pela magnífica interpretação das minhas composições. Música é vida.” 

Assista a seguir ao vídeo: 



 
Notícias Relacionadas »