12/04/2021 às 14h12min - Atualizada em 12/04/2021 às 14h12min

​Prefeitura diz que greve deve ser resolvida entre VCG e trabalhadores

Administração municipal informa também que ainda não foi notificada sobre ação judicial movida pela concessionária

Da redação
Foto: Divulgação
A Prefeitura de Ponta Grossa não tem pretensão de interferir para resolver a greve dos trabalhadores da Viação Campos Gerais (VCG), que opera com 50% da frota desde a última sexta-feira (9). A informação foi repassada pela assessoria de imprensa da administração municipal na manhã desta segunda (12). “A Prefeitura não tem parte direta nesse processo, que é uma questão trabalhista entre empresa e funcionários”, explica.

No que se refere à ação movida pela concessionária contra a administração municipal, tornada pública na última sexta, a assessoria informa que a Prefeitura está esperando ser notificada pela Justiça para avaliar se vai entrar com recurso. “Ainda não fomos notificados. É preciso primeiro termos acesso ao inteiro teor do processo para avaliar que medidas serão tomadas na sequência”, afirma.

Caos

Na semana passada, a VCG entrou com ação judicial contra a Prefeitura de Ponta Grossa e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) para exigir respostas aos “diversos” requerimentos oficializados à Prefeitura desde o início da pandemia e para solicitar providências que permitam a normalização do transporte coletivo no município.

Na visão da concessionária, o “caos” vivido no sistema de transporte se tornou “inevitável e improrrogável” em função de a Prefeitura não haver realizado nenhum estudo com base nas informações que, em tese, foram repassadas mês a mês pela empresa desde março do ano passado, quando começou a pandemia.

“Desde o início da pandemia, o município vem se esquivando de suas responsabilidades, não apresentando nenhuma resposta às solicitações protocoladas formalmente ou qualquer estudo para a efetiva solução da enorme defasagem entre o serviço exigido da concessionária e a brutal redução da receita”, justifica a empresa.

Sem acordo

Na manhã desta segunda, mais uma audiência de conciliação realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) entre Sintropas, VCG e Prefeitura terminou sem acordo.

Ao final, o Judiciário informou que vai elaborar despacho para obrigar a empresa a efetuar o pagamento do salário dos trabalhadores. A concessionária continua a operar com 50% da frota até que saia o despacho judicial.

Notícias Relacionadas »