09/02/2021 às 11h00min - Atualizada em 09/02/2021 às 11h00min

Artigo: "Uma xicara de café", por Prof. Gretz

Trabalho, dinheiro, status, popularidade e beleza são apenas recipientes, são aparências. Não alteram a nossa qualidade da vida, assim como as xícaras não alteram o sabor do café

Prof. Gretz
Foto: Ingrid Hall / Unsplash
Um grupo de amigos se reuniu para visitar o seu antigo professor. Todos eram profissionais bem-sucedidos, mas o principal assunto deles era o estresse no trabalho e na vida em geral. Estavam se queixando disso quando o professor, a certa altura da conversa, lhes ofereceu café. Foi para a cozinha e voltou com um grande bule e uma variedade de xícaras, algumas de porcelana fina, decoradas e caras, outras simples e baratas…

Colocou sobre a mesa o bule e as xícaras, e disse: 

– Pessoal, escolham as suas xícaras e sirvam-se de café fresco.

Todos se serviram, então o velho mestre comentou:

– Vejam que interessante. As xícaras mais bonitas foram escolhidas primeiro, e as mais simples e baratas ficaram por último. Aí pode estar a causa do que vocês chamam de estresse.

– Como assim, professor? – alguns perguntaram.

Então ele explicou:

– Na verdade, nenhuma dessas xícaras acrescentou qualidade ao café. O que vocês queriam era café, não as xícaras, mas instintivamente quiseram pegar as melhores.

Eles começaram a olhar para as xícaras, uns dos outros, enquanto o professor falava:

– A vida é como esse café. Trabalho, dinheiro, status, popularidade, beleza, coisas assim, são apenas recipientes, são aparências. Não alteram a nossa qualidade da vida, assim como essas xícaras não alteram o sabor do café. Ter as melhores coisas não faz a pessoa feliz. Feliz é quem faz o melhor com o que tem, e faz as outras pessoas felizes. A pessoa mais rica não é a que mais tem, e sim a que menos precisa. Vamos saborear este café sem nos preocupamos com a xícara. Desfrutem simplesmente a vida que Deus nos ofertou. 

PROF. GRETZ é historiador e conferencista. 

 

Notícias Relacionadas »