20/04/2021 às 14h19min - Atualizada em 20/04/2021 às 14h19min

​Diretoria da OAB-PG solicita à Prefeitura que cadastro para vale-mercado seja eletrônico

"Aglomeração de pessoas na fila contraria as normas sanitárias vigentes na pandemia", afirma presidente da entidade

Da assessoria
Foto: Reprodução
A diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Ponta Grossa (OAB-PG) solicitou, mediante ofício, à Prefeitura Municipal de Ponta Grossa que o cadastro para recebimento e utilização do vale-mercado seja feito de forma eletrônica.

O pedido foi feito depois que houve aglomeração e filas volumosas em frente aos Mercados da Família de pessoas buscando o benefício. Para a entidade, a situação ocorrida na última segunda-feira vai de encontro às orientações sanitárias de combate e prevenção ao novo coronavírus.  

“Não se trata de questão política, mas de saúde pública. A aglomeração de pessoas na fila contraria as normas sanitárias vigentes na pandemia. Este documento revela a preocupação desta diretoria em relação à grave crise sanitária que enfrentamos”, explica a presidente da OAB-PG, Rubia Carla Goedert. “Sugerimos que o cadastro seja realizado de forma eletrônica para que novos episódios como o que vimos não voltem a ocorrer”, completa.

Para ela, é necessário que todos colaborem para a diminuição do contágio na cidade. “Tratando-se de uma crise que alcança a todos. Somos todos responsáveis uns pelos outros, evitando que o vírus se espalhe. Por essa razão, entendemos que diminuir a circulação de pessoas e evitar aglomeração seja tão importante e necessário nesse momento”, fala.

O vale-mercado disponibilizará um crédito de R$ 150,00 para pessoas em situação de insegurança alimentar causada, principalmente, pelos impactos da pandemia do novo coronavírus. A medida faz parte do pacote de medidas socioeconômicas Retoma PG da Prefeitura Municipal.

Notícias Relacionadas »