23/04/2021 às 17h43min - Atualizada em 23/04/2021 às 17h43min

Mabel propõe prioridade da vacinação de gestantes no Paraná

Parlamentar alega que mulheres na condição gestacional e puerperal afetadas pela COVID-19 sofrem maior probabilidade de hospitalização e de óbito

Da assessoria
Foto: Divulgação
A deputada Mabel Canto (PSC) protocolou na última segunda-feira (19) Projeto de Lei (PL) que prioriza a vacinação das gestantes e puérperas no estado do Paraná. Sendo aprovada, a proposição garante que as beneficiadas sejam colocadas imediatamente na primeira fase do grupo prioritário do Programa de Vacinação contra a COVID-19. 

Em sua justificativa, a parlamentar esclarece que pesquisas têm demonstrado que mulheres na condição gestacional e puerperal afetadas pela COVID-19 sofrem maior probabilidade de hospitalização e de óbito. 

De acordo com estudo do Observatório Obstétrico Brasileiro COVID-19 (OOBr COVID-19), em 2020 foram registradas 453 mortes de gestantes e de mulheres em estado puerperal (10,5 óbitos na média semanal). No ano corrente, até 7 de abril, foram notificadas 289 mortes (22,2 óbitos na média semanal). Verifica-se, com isso, um lamentável aumento no número de óbitos destas mulheres.

"Na última semana, atendemos um caso de uma gestante dos Campos Gerais com sete meses de gestação, que infelizmente pegou COVID e teve de ser transferida ao Hospital do Rocio, em Campo Largo, e nesse momento ela enfrenta uma luta pela sua própria vida e pela vida do seu filho. Por isso a necessidade de se fazer um Projeto de Lei para incluir esse grupo na priorização das vacinas", diz a deputada.

O PL também é assinado pelos deputados Goura (PDT), Cristina Silvestri (CDN), e Luciana Rafagnin (PT). 

Notícias Relacionadas »