24/04/2021 às 13h29min - Atualizada em 24/04/2021 às 13h29min

Ponta-grossenses organizam manifestação em apoio a Bolsonaro

Segundo a organização, ato surgiu depois de Bolsonaro declarar que “o povo está no limite”

Da redação
Foto: Foca Foto / UEPG
Apoiadores ponta-grossenses de Jair Bolsonaro (sem partido) vão realizar no próximo sábado (1) uma manifestação, nomeada ‘Eu autorizo, presidente’, em apoio ao mandatário da República. Os participantes vão se concentrar na praça Barão de Guaraúna, onde fica a Igreja Sagrado Coração de Jesus, mais conhecida como “Igreja dos Polacos”, a partir das 15h.

De acordo com o grupo ‘Direita Ponta Grossa’, que está organizando o ato, a proposta da manifestação surgiu depois de Bolsonaro declarar que “o povo está no limite”. “O pessoal fala que eu devo tomar providência. Eu estou aguardando o povo dar uma sinalização. Porque a fome, a miséria e o desemprego estão aí”, afirmou o presidente em encontro em frente ao Palácio da Alvorada.

Na visão de um dos organizadores, o Supremo Tribunal Federal (STF) vem trabalhando para interferir nas ações do Executivo desde o início da pandemia da COVID-19, tirando o poder do presidente e passando-o a governadores e prefeitos. 

“O que o STF mais vem fazendo é interferir no governo. Por conta disso, o Bolsonaro está em uma grande guerra. Ele poderia agir dentro da Constituição, mas, como a gente já viu que o STF rasga a Constituição, ele não vai conseguir seguir a Constituição e pegar o poder novamente. Tudo que o presidente fizer, eles vão dizer que é inconstitucional. Então, o presidente precisa do apoio do povo para agir, mesmo dentro da Constituição”, aponta Kleverson Oberg, o “Kevinho”.

Nomeada ‘Eu autorizo, presidente’, a manifestação faz parte de um movimento nacional que deve englobar municípios de todo o Brasil no dia 1 de maio.

Notícias Relacionadas »