27/04/2021 às 09h20min - Atualizada em 27/04/2021 às 09h20min

Envolvidos na morte de dois homens em PG são presos nesta terça-feira (27)

Polícias Civil e Militar continuam a investigações para prender mais um dos suspeitos

Da redação, com informações da PC
Foto: Divulgação
A Polícia Civil (PC), com o apoio da Polícia Militar (PM), cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, resultando no cumprimento de dois mandados de prisão e uma busca e apreensão de adolescente, nesta terça-feira (27). 

No dia 21 de fevereiro deste ano, no bairro Cará-Cará, Daniel Lucas Gonçalves foi agredido com pedradas e golpes de arma de branca, tendo sido socorrido e hospitalizado. No dia seguinte (22), Jean Carlos Ferreira da Silva foi assassinado dentro de sua residência, tendo sido vítima de diversos disparos de arma de fogo, ocasião em que o seu genro também foi baleado –  contudo, sobrevivendo à ação. Dois dias depois (24), Daniel Lucas morreu em decorrências das agressões sofridas.

Foram iniciadas, então, as investigações, constatando-se a relação dos crimes entre si. Apurou-se que a morte de Daniel Lucas foi motivada por ciúmes por motivos amorosos. Um dia após o crime, os três indivíduos, dentre os quais um adolescente, foram até a casa do suposto autor do crime que matou Daniel Lucas, não tendo este sido encontrado no local.

Na casa, estavam crianças e mulheres. As crianças foram retiradas e, quando a última mulher saia, Jean Carlos e outra mulher presente na casa tentavam argumentar que ele não era a pessoa que eles procuravam, quando, então, o adolescente teria dito “Não quero saber, não tem um vai outro” e realizado uma série de disparos de arma de fogo acompanhado de outro indivíduo. A outra vítima também foi alvejada, conseguindo correr até o banheiro, sendo atingida nas pernas e caindo no local. Os autores, então, fugiram em motocicletas que aguardavam do lado de fora.

Iniciadas as investigações, identificaram-se os autores, representando-se pela prisão preventiva destes, assim como busca e apreensão nos endereços dos envolvidos. Após o deferimento judicial, nesta terça-feira (27), com o apoio da PM, procedeu-se ao cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão, resultando na prisão de dois indivíduos e na apreensão do adolescente envolvido com os fatos, bem como na apreensão de pequena quantidade de maconha.

Um dos envolvidos continua foragido, e as polícias Civil e Militar continuam as diligências no sentido de localizá-lo e prendê-lo. A internação provisória do adolescente tem prazo de 45 dias, medida que pode ser prorrogada. A prisão preventiva, por seu turno, não tem prazo definido, contudo, as investigações devem ser encerradas no prazo de 10 dias. 

Notícias Relacionadas »