27/04/2021 às 15h09min - Atualizada em 27/04/2021 às 15h09min

​Professor de PG vence a COVID e retorna às aulas: “Vi gente morrer do meu lado”

Educador comenta que foi salvo por um ex-aluno fisioterapeuta

Da redação
Foto: Divulgação
O professor da disciplina de Química dos colégios Elite e Alfa de Ponta Grossa, Ewerton Luiz Netto, mais conhecido como “Requeijão”, voltou às salas nesta segunda-feira (26), após uma dura batalha contra a COVID-19.

Entre internação e fisioterapia respiratória, Netto ficou afastado por mais de um mês e meio. No hospital, foram 22 dias de internamento – seis em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 16 no quarto. Os alunos do colégio receberam o professor com grande festa.

Classificando a experiência como “forte”, Requeijão comenta que foi salvo por um ex-aluno, fisioterapeuta, que pediu ao médico para cuidar dele durante um dia. “Eu não fui intubado por causa desse aluno. Então, eu sou muito grato aos meus ex e atuais alunos, porque é graças a eles que eu estou vivo. A doença ‘judia’ mesmo. Eu sofri muito. Eu vi gente morrer do meu lado. Três pessoas morreram do meu lado”, afirma. 

Colega de Netto, o professor Daniel Frances comemora o retorno do amigo como uma notícia positiva e alegre em meio a “tantas tragédias que a pandemia nos tem dado”. “A vida é feita de grandes conquistas para alguns. Para nós, hoje, ela foi marcada pela volta de um amigo, professor e pessoa incrível, a quem os alunos e companheiros de trabalho amam e valorizam. Bem-vindo, mestre”, comenta.  

Notícias Relacionadas »