23/02/2021 às 11h42min - Atualizada em 23/02/2021 às 11h42min

Portadora de câncer, jovem de União da Vitória realiza sonho de casar dez dias antes de morrer

"O noivo entrou na vida dela já sabendo de todos os desafios por causa do tratamento. Mesmo assim, enfrentou o relacionamento", conta um dos padrinhos

Da redação
Foto: Divulgação / Kátia Luz Fotografia
Na luta contra o câncer desde 2018, a jovem Adarlele Andrade, de 26 anos, conseguiu realizar o último desejo dez dias antes de perder a vida, em 16 de fevereiro, conforme relata matéria do portal UOL. Ao lado de familiares e amigos, ela entrou na igreja vestida de noiva para casar com o companheiro, Ruan Pablo de Lara, de 28 anos. A celebração da união aconteceu em União da Vitória, no interior do Paraná. 

De acordo com a família, Adarlele e Ruan começaram a namorar em 2020. Após meses de relacionamentos, ambos marcaram a primeira data para dezembro, mas adiaram por causa da pandemia do novo coronavírus.

No mesmo mês, o casal também recebeu o laudo dos médicos informando que o tratamento dali em diante de Adarlele seria apenas paliativo, provocando a correria para preparar o casamento antes de o quadro de saúde piorar. A jovem sofria de Sarcoma de Ewing, um tipo de câncer que atinge os ossos.

"Ruan entrou na vida dela já sabendo de todos os desafios por causa do tratamento. Mesmo assim, enfrentou o relacionamento. O amor de ambos foi tão recíproco que em um mês começaram a namorar e marcaram o casamento. Nada foi por caridade. Todo mundo sentia que ele gostaria realmente de casar com a Adarlele. Todos sabiam que ela poderia perder a vida, mas não tão rápido", contou Felipe Vetterlein, esposo de uma prima da jovem e padrinho do casamento.

A cerimônia foi marcada para 6 de fevereiro. Virou o momento que Adarlele, segundos os familiares, esqueceu as dores que enfrentava. A jovem tomava dez comprimidos diários de morfina para amenizar os efeitos do câncer no corpo.

A jovem fazia o tratamento no Hospital das Clínicas de Curitiba. A própria equipe médica que cuidava de Adarlele ajudou na mobilização para a concretização do sonho da paciente, levando-a para provar o vestido dias antes do casamento. A Prefeitura de União da Vitória também disponibilizou uma ambulância para ficar de prontidão na porta da igreja para caso de emergência.

Para ler a matéria completa, clique no link disponibilizado no início do texto.  

 

Notícias Relacionadas »