07/05/2021 às 11h05min - Atualizada em 07/05/2021 às 11h05min

Prefeitura de PG divulga regras de vacinação para pessoas com comorbidades

Público-alvo serão as pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente

Da assessoria
Foto: Divulgação / AEN
Na manhã desta sexta-feira (7), a Fundação Municipal de Saúde (FMS), através da Atenção Primária e do Departamento de Imunização, definiu como vai funcionar a aplicação das doses de vacina contra a COVID-19 para o novo grupo. Nesta nova fase, o público-alvo serão as pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente.

A vacinação acontecerá durante a próxima semana, iniciando na segunda-feira (10) e seguindo até a sexta-feira (14). Será aberto cadastro no site da Prefeitura (aqui) para agendamento da aplicação. Os horários e locais dos agendamentos ainda estão sendo definidos.

A FMS, seguindo orientação do Ministério da Saúde, estabeleceu a estratégia referente à operacionalização da vacinação: o grupo das pessoas com comorbidades será vacinado por idade, ou seja, do mais velho para o mais novo, em blocos de idades. O  escalonamento por blocos de idades iniciará de 55 a 59 anos, seguindo de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos.

"Pacientes com comorbidades que fazem parte do grupo prioritário e são acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) podem se dirigir até a Unidade onde são acompanhados e retirar a declaração com a equipe, exceto pacientes com diabetes da rede pública, que podem levar uma cópia da última receita (data de até 6 meses) para ficar retida que servirá para comprovação", explica a enfermeira da Atenção Primária, Daniele Fabian.

Os pacientes acompanhados pela rede privada também precisarão apresentar uma declaração do médico que o acompanha. O modelo da declaração está disponível no Portal do CRM-PR para os médicos inscritos (aqui).

"Essas declarações devem indicar uma das comorbidades incluídas como prioritárias para a vacinação contra a COVID, que constam no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid", comenta Daniele.

As vacinas serão aplicadas após o agendamento das mesmas no site da Prefeitura. "Reforçamos que o agendamento não garante a aplicação da vacina, pois depende da validação da declaração que o usuário apresentará para a equipe", diz a enfermeira.  

COMORBIDADES DEFINIDAS COMO PRIORITÁRIAS:

- Diabetes Melitus ( qualquer indivíduo com diabetes);

- Pneumopatia crônica grave ( DPOC, Fibrose cística, Fibroses pulmonares, Pneumoconioses, Displasia broncopulmonar, Asma Grave – Em uso de corticóides sistêmicos;

- Hipertensão Arterial Resistente ( Em uso de mais de 3 ou mais Anti-hipertensivos, H.A. estágio 3, independente de Lesão em órgão alvo ou comorbidade, H.A. est 1 ou 2 na presença de Lesão em órgão alvo e/ou comorbidade);
 
- Doenças cardiovasculares (Insuficiência Cardíaca, Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar, Cardiopatia hipertensiva, Síndromes coronarianas, Valvopatias, Miocardiopatias e pericardiopatias, Doença da aorta, Dos grandes vasos, Arritmias cardíacas, Cardiopatias congênitas no adulto, Próteses valvares e dispositivos Valvares implantados);

- Doença cerebrovascular (AVE isquêmico ou hemorrágico, acidente isquêmico transitório, Demência vascular);

- Doença renal crônica (DRC estágio 3 ou mais, Síndrome nefrótica);

- Obesidade mórbida ( IMC >40);

- Cirrose hepática (Cirrose hepática Child -Pugh A, B ou C);

- Imunossuprimidos (Indivíduos transplantados De órgão sólido, Indivíduos transplantados De medula óssea, Indivíduos em uso de Imunossupressores, Imunodeficiência primárias, Pacientes oncológicos que realizam quimio ou radio Nos últimos 6 meses, Neoplasias hematológicas, Pessoas vivendo com HIV e/ou Pulsoterapia e/ou ciclofosfamida);

- Anemia falciforme (Anemia falciforme) Talassemia;

- Síndrome de Down;

- Gestante e puérpera com comorbidades;

- Doença renal crônica em diálise – serão vacinados no próprio serviço de saúde;

-  Deficiência permanente.

Além das indicações clínicas descritas acima, pessoas entre 18 e 59 anos serão vacinadas se portarem: 

- Síndrome de Down – mediante declaração;

- Gestante e puérpera com comorbidades – mediante declaração;
 
- Doença renal crônica em diálise – serão vacinados no próprio serviço de saúde.  

Também por bloco de idade serão incluídas as pessoas com deficiência permanente cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Nesta fase, a idade deve ser entre 55 e 59 anos e mediante cadastro na Fundação Municipal de Assistência Social ou Secretaria Municipal Políticas Públicas Sociais (SMPPS) do município por deficiência permanente. 

A conferência será feita em listagem já fornecida pela SMPPS e FASPG no dia da vacinação. O agendamento também será pelo site da Prefeitura.

Notícias Relacionadas »