13/05/2021 às 09h49min - Atualizada em 13/05/2021 às 09h49min

​Mulher recebe vacinas contra a COVID-19 de marcas diferentes em PG

Prefeitura repassou o caso à Secretaria Estadual de Saúde

Da redação, com 'G1'
Foto: Reprodução / G1
Uma mulher de nome Tereza de Jesus, de 81 anos, moradora de Ponta Grossa, recebeu doses de vacinas contra a COVID-19 de fabricantes diferentes, afirma o filho Evaldo Andrade dos Santos ao ‘G1’. 

De acordo com Evaldo, Tereza tomou a primeira dose da vacina AstraZeneca, produzida pela Universidade de Oxford em parceria com o Instituto Fiocruz, no começo de março. Depois, no final do mesmo mês, recebeu uma dose da CoronaVac, produzida pela fabricante Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. 

Evaldo diz que se “precipitou” no momento de agendar a segunda aplicação da mãe, mas ressalta que não houve uma segunda checagem por parte dos profissionais de saúde no ato da vacinação.

“Acabei me antecipando com a questão da vacina. Fiz o agendamento, tentei cancelar depois que percebi que não deveria ser a CoronaVac, mas quando ela chegou lá não teve uma segunda verificação”, relata ao portal. 

O filho destaca ainda que está “preocupado” em relação à imunização da idosa, que não completou a vacinação de ambas as doses. 

O que diz a Prefeitura 

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), em entrevista ao ‘G1’, afirmou que o caso foi repassado à Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) e que está na espera de uma orientação sobre como proceder com o caso. 

Segundo o portal, a Prefeitura “reforçou que a informação sobre a fabricante deve ser informada pela pessoa no momento do agendamento para a imunização” e que as equipes responsáveis pela aplicação da vacina também são orientadas a conferir “atentamente” a carteirinha de vacinação.

Notícias Relacionadas »