22/05/2021 às 15h02min - Atualizada em 22/05/2021 às 15h02min

Duas festas clandestinas são fechadas na mesma noite em PG; público total chega a 800

Em ambas as situações, as pessoas estavam aglomeradas e sem usar máscara

Da redação, com informações da PM
Foto: Divulgação
No final da noite desta sexta-feira (21) e início da madrugada deste sábado (22), a Polícia Militar (PM), em conjunto com equipes de fiscalização sanitária do município de Ponta Grossa, interromperam duas festas que estavam ocorrendo de forma clandestina, contrariando o decreto estadual nº 7672/21 e o decreto municipal nº 18.979/21, que estipulam toque de recolher e horário de consumo de bebidas alcoólicas. 

A primeira intervenção ocorreu por volta das 23h25 de sexta-feira no bairro Contorno. No local, as equipes se depararam com uma festa em um barracão, onde havia aproximadamente 300 pessoas, que não faziam uso de máscara e estavam consumindo bebidas alcoólicas. Um homem de 36 anos, responsável pelo local, foi autuado pelos fiscais municipais e encaminhado para o Cartório da Polícia Militar para lavratura de Termo Circunstanciado.

A outra intervenção ocorreu no bairro Colônia Dona Luíza, para onde a equipe de fiscalização composta pela Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Fiscais Sanitários Municipais se deslocou por volta de 1h40 de sábado para averiguar uma denúncia de que estaria ocorrendo uma festa clandestina em uma chácara.

No local as equipes se depararam com uma festa de grande proporção, tendo aproximadamente 500 pessoas na chácara, as quais estavam consumindo bebida alcoólica, aglomeradas, e sem fazer uso de máscara. Durante a chegada das equipes policiais, várias pessoas fugiram do local. 

Os policiais ainda encontraram abandonados no chão um simulacro de arma de fogo, pequena quantidade de maconha e um frasco contendo lança perfume. Três homens, de 19, 20 e 24 anos, responsáveis pelo evento, foram autuados pela fiscalização municipal e posteriormente conduzidos ao Cartório da Polícia Militar para a lavratura de Termo Circunstanciado.

Notícias Relacionadas »