26/02/2021 às 15h32min - Atualizada em 26/02/2021 às 15h32min

Bebê morre em Apucarana porque família não conseguiu remédio de R$ 12 milhões

O bebê estava internado desde que nasceu no Hospital da Providência, em Apucarana, por não ter o respirador

Da redação
Foto: Freepik
Familiares e amigos confirmaram a morte do bebê apucaranense que tinha uma doença rara, R. L. O., informa o site ‘Catve.com’. O garotinho de nove meses estava internado desde que nasceu.

Segundo a família de R., ele foi diagnosticado com a Ame (Atrofia Muscular Espinha), tipo 1, e precisava do remédio mais caro do mundo. O bebê estava internado desde que nasceu no Hospital da Providência, em Apucarana, por não ter o respirador.

A doença genética é rara e progressiva, e afeta a capacidade de caminhar, comer e respirar. O remédio de que R. precisava, de acordo com a família, se chama Zolgensma e custa R$ 12 milhões. 

Notícias Relacionadas »