27/02/2021 às 08h12min - Atualizada em 27/02/2021 às 08h12min

"De nada adianta abrir novos leitos se não há equipes", diz o vice-reitor da UEPG, Everson Krum

Krum alerta para a falta de equipes capacitadas tecnica e psicológicamente no enfrentamento à COVID-19

Por Rafael Guedes
Foto: Divulgação / AEN
O vice-reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Everson Krum, foi às redes sociais na noite desta sexta-feira (26) para fazer um contundente desabafo. Em seu status no WhatsApp – reproduzido aqui com a devida autorização –, Krum alertou para a falta de equipes capacitadas tecnica e psicológicamente no enfrentamento à COVID-19.
 
Na visão dele, de nada adianta abrir leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) se não há equipes treinadas para prestar os atendimentos. “De nada adianta ter mais estrutura se os profissionais que atuam nos serviços estão no seu limite mental e técnico. Os nossos colegas de UPA, SAMU, Santa Casa, Hospital Bom Jesus, Hospital Unimed, São Camilo, Pronto Socorro Municipal, MAI, regulação, remoção, aéreo, clínicas e laboratórios estão esgotados!”, escreveu o vice-reitor.

Na última quarta-feira (24), o Governo do Estado anunciou que mais 109 leitos exclusivos de UTI (74 de enfermaria e 35 de UTI) foram disponibilizados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

Confira a seguir a postagem original do vice-reitor da UEPG: 


 
Notícias Relacionadas »