03/06/2021 às 07h56min - Atualizada em 03/06/2021 às 07h56min

Empresa do Paraná doa R$ 7 milhões em medicamentos de intubação para o estado

Kit é utilizado para atendimento a pacientes com quadros graves de COVID-19

Da assessoria
A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do País, doará ao Paraná mais de 95 mil medicamentos que compõem o kit intubação, utilizado para atendimento a pacientes com quadros graves de Covid-19. A doação foi anunciada nesta quarta-feira (2) em uma videoconferência realizada por diretores da empresa com o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Os medicamentos, compostos por bloqueadores neuromusculares, sedativos e analgésicos, devem ser entregues na próxima semana. Cerca de 30 mil unidades dos medicamentos serão destinados especificamente para a 21ª Regional de Saúde, composta pelos municípios de Telêmaco Borba, Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tibagi e Ventania.

Os demais medicamentos (cerca de 65 mil) serão distribuídos entre os 73 hospitais que integram a estratégia contra Covid-19 estabelecida pela Secretaria de Saúde.

“Essa cepa amazônica que veio em fevereiro para o Paraná já corresponde a 75% das pessoas infectadas no Estado, e é muito mais agressiva e rápida na transmissão, o que leva mais pessoas aos hospitais. Estamos em um momento muito duro, e mesmo buscando a compra de insumos, as fábricas não conseguem entregar a demanda na velocidade que precisamos. Daí a importância do auxílio do setor privado, em especial a Klabin, para nos ajudar com esse fornecimento”, afirmou o governador.

“Desde o início da crise global de saúde, a Klabin está engajada em combater a disseminação da Covid-19. Ciente da sua responsabilidade como empresa cidadã, a empresa tem atuado para apoiar iniciativas das áreas de saúde, assistência social e geração de renda, com foco nas comunidades onde possui atuação”, declarou Cristiano Teixeira, diretor-geral da Klabin.

A recente alta de casos de coronavírus no Estado gerou nova demanda pelos medicamentos, que são utilizados para intubar pacientes que necessitam de auxílio na respiração. Atualmente, a ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19 no Estado está em 95%. Com a doação, a empresa ajuda a manter estáveis os estoques nos hospitais. A gestão e distribuição dos medicamentos será realizada pela Secretaria de Estado da Saúde e pela 21ª Regional. 

O secretário estadual da saúde, Beto Preto, relatou que a doação da Klabin neste momento da pandemia foi fundamental. “É uma quantidade muito significativa de medicamentos que serão distribuídos para a nossa rede de hospitais que atendem pacientes infectados pelo coronavírus em todo o Paraná. Esses pacientes não podem ficar sem essas medicações porque estão intubados e precisam manter-se sedados. Por isso, em nome deles, eu agradeço essa doação”, disse.

DOAÇÕES – Durante a pandemia, a Klabin destinou mais de R$ 12,5 milhões ao Estado para auxiliar no combate à Covid-19. Em março de 2021, a empresa doou à rede pública respiradores e monitores, além de outros equipamentos que garantiram a abertura de cinco leitos de UTI no Instituto Doutor Feitosa, em Telêmaco Borba.

O grupo já colaborou no direcionamento de profissionais da saúde para o atendimento às UTIs, além de ter investido recursos e medicamentos para garantir a abertura dos leitos na cidade. Doações de testes, EPIs hospitalares, máscaras, álcool gel, entre outros itens também foram realizados pela Klabin no período.

 “A Klabin entende que esse é um momento delicado, no qual cada atitude conta, por isso, temos nos mobilizado rapidamente para apoiar o Paraná e seus municípios com diferentes recursos”, complementou Teixeira.

Notícias Relacionadas »