17/06/2021 às 13h32min - Atualizada em 17/06/2021 às 13h32min

Josi aborda "crise sanitária" na rede de ensino de PG após visitar CMEIs e escolas

Parlamentar levará dados ao Ministério Público para que as aulas presenciais sejam suspensas

Da assessoria
Foto: Divulgação
Na tarde desta última quarta-feira (16), a vereadora Josi do Coletivo, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), abordou, na sessão da Câmara dos Vereadores, o assunto da condição dos professores em instituições de ensino no município. Em fala oficial, a parlamentar começou destacando a dimensão da crise da saúde em Ponta Grossa, "que já não consegue atender a população com tranquilidade". Josi lembrou ainda que a cidade já passa de mais de mil mortes pela COVID-19, fato que pode agravar a situação do município. 

Após isso, a co-vereadora relatou a sua ação no dia anterior, terça-feira (15), onde visitou sete estabelecimentos de ensino, incluindo Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e escolas municipais. "Nessas instituições, os professores não têm controle de quem está ou não contaminado. Os pais mandam as crianças com sintomas gripais para a escola, já que apenas a presença de febre é motivo para barrar a entrada de estudantes", afirmou.
 
A vereadora seguiu relatando o que viu em sua visita às escolas, incluindo o "desrespeito de normas de distanciamento, crianças sem máscara e diversas outras regras de segurança sendo descumpridas". "E, apesar disso tudo, não podemos responsabilizar os professores e nem as crianças! [...] Iremos encaminhar todos os dados reunidos para o Ministério Público para suspenderem as aulas em todos os segmentos, municipais, estaduais e particulares", finalizou. 

Notícias Relacionadas »