01/03/2021 às 14h20min - Atualizada em 01/03/2021 às 14h20min

HU-UEPG lança campanha de conscientização sobre as medidas para conter a pandemia

Com as hashtags #eutrabalhonoHU e #secuidapormim, a campanha também busca valorizar os profissionais da linha de frente contra a COVID-19

Da assessoria
Fotos: Aline Jasper / HU-UEPG
A pandemia tem rostos e nomes que a população não conhece. São profissionais que estão exaustos após um ano de trabalho intenso e que contam com a população para que possam exercer suas atividades com menos sobrecarga. Pensando nisso, a reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a direção do Hospital Universitário (HU-UEPG) lançam hoje (01) a campanha de valorização dos trabalhadores da linha de frente da instituição. 

Participam da campanha profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia, como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionistas, técnicos de farmácia, setor da limpeza e coleta de resíduos, assistentes sociais, dentistas e farmacêuticos. Além disso, outros setores, como administrativo, financeiro, setor de manutenção, informática e segurança não ficaram de fora. “Na semana passada fizemos uma coletiva em que anunciamos a nova forma de divulgação dos nossos boletins. Agora mostramos os rostos e os nomes de quem enfrenta o dia a dia da pandemia salvando vidas aqui no HU. São profissionais de todos os setores que estão exaustos e apelam para a sensibilidade da população”, afirma o diretor do HU, Sinvaldo Baglie. Ele enfatiza que, neste momento em que a instituição tem atingido seus limites físicos, estruturais e humanos, a sociedade precisa se mostrar sensível às restrições de circulação e cuidados de prevenção ao coronavírus. 

Para o reitor Miguel Sanches Neto, os profissionais que trabalham no combate à pandemia merecem toda mobilização e valorização que a campanha promove. “Estamos prestes a completar um ano de abertura dos leitos Covid-19 no nosso Hospital. Somente a estrutura não basta. É preciso reconhecer que temos pessoas, profissionais, se desdobrando para atender com qualidade, humanização e perícia”.

A instituição tem hoje aproximadamente 1550 servidores, que atenderam em 2020 955 pacientes internados na Clínica Covid e 326 na UTI Covid. Os dados atualizados da situação da pandemia na região são preocupantes. O boletim de ocupação divulgado ontem (28) mostra que os leitos de UTI Geral (10 leitos) e Covid (40 leitos) estão 100% ocupados. Dos 64 leitos Clínicos Covid, 54 estão com pacientes internados. Na Clínica Geral, de 19 leitos disponíveis, há 14 ocupados, sendo 05 pacientes Covid de longa permanência. Os leitos de Pronto Atendimento já ultrapassaram o limite de internamentos. De 04 leitos disponíveis, são 17 pessoas internadas, o que representa uma taxa de ocupação de 425%. Vale lembrar que os leitos de Clínica Geral e UTI Geral recebem apenas pacientes de longa permanência, que não transmitem mais o vírus, pois já estão acima dos 21 dias da contaminação. 

O diretor técnico Ricardo Zanetti destaca que o HU-UEPG está trabalhando com o índice acima de 100% de internamento para atender pacientes com Covid-19. “Atualmente, todas as alas são utilizadas para o combate ao Coronavírus, mesmo as destinadas ao tratamento de hemorragia digestiva, mas reforçamos que a população não será desassistida, mesmo com o Hospital atendendo em capacidade máxima”, ressalta.

Sobre a campanha

As peças são personalizadas com o nome, profissão e setor onde o servidor trabalha: “Queremos que você conheça nossos profissionais só por foto”. Com as hashtags #eutrabalhonoHU e #secuidapormim, a campanha busca, ao mesmo tempo, valorizar o trabalho e dedicação dos profissionais de saúde dos hospitais da UEPG e conscientizar a população sobre as medidas para conter a pandemia, que atinge altos números na região neste início de 2021.

A campanha faz parte de uma ampla estratégia de valorização dos funcionários e servidores do Hospital, idealizada pela Coordenadoria de Comunicação da UEPG. Sob o mote “Nesta luta, nosso maior valor é HUmano”, já foram realizadas ações como a distribuição de kits com máscaras e álcool em gel e o atendimento psicológico para os servidores.

 
Notícias Relacionadas »