26/06/2021 às 08h45min - Atualizada em 26/06/2021 às 08h45min

​Policial rodoviário e professor de PG morre em decorrência da COVID-19

Polícia Rodoviária Federal e faculdade UniSecal divulgaram nota de pesar sobre a morte do profissional

Da redação
Foto: Reprodução
O professor universitário e policial rodoviário Guilherme Degraf morreu na noite desta sexta-feira (25), aos 37 anos, por complicações decorrentes da COVID-19.

Formado em Direito, Degraf ingressou na Polícia Rodoviária Federal (PRF) em 2006, atuando na Delegacia da PRF em Colombo e na Delegacia da PRF em Ponta Grossa, onde trabalhava atualmente. 

"O seu falecimento entristece profundamente toda a nossa instituição. Manifestamos solidariedade e destinamos o nosso sincero desejo de que Deus dê conforto à família, aos colegas e aos amigos nesse momento de dor", afirma a PRF, em nota divulgada no dia da morte. 
 
A faculdade UniSecal, onde Degraf atuava como professor do curso de Direito, também se manifestou sobre a morte do docente. 

"'Nem sei por que você se foi / Quantas saudades eu senti/ E de tristezas vou viver / E aquele adeus, não pude dar'. Esta música de Tim Maia representa muito bem o sentimento que temos diante dessa grande perda, com a morte repentina do professor Guilherme Degraf, que tem trazido imensa tristeza a todo mundo. A UniSecal não será mais a mesma sem a sua presença. É com muito pesar que nos despedimos de você", lamenta a instituição, em nota divulgada na noite de ontem. 

O corpo de Degraf será sepultado às 16h deste sábado (26), no cemitério São José, em Ponta Grossa. O profissional não deixa filhos nem cônjuge. 

Notícias Relacionadas »