27/06/2021 às 09h51min - Atualizada em 27/06/2021 às 09h51min

Mulheres são detidas por tráfico de drogas no Centro de PG

Com as suspeitas, foram encontrados dinheiro, pedras de crack e lascas de uma substância desconhecida pela equipe

Da redação, com informações da PM
Foto: Divulgação
Por volta das 0h30 deste domingo (27), uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), da Guarda Civil Municipal (GCM), realizava patrulhamento na região central de Ponta Grossa quando avistou, em frente a uma casa na rua Tenente Pinto Duarte, três cidadãos, sendo que dois deles estavam próximos, como que um passando algo para o outro.

Suspeitando da movimentação, a equipe se aproximou dos indivíduos e realizou a abordagem. Nesse momento, os agentes constataram que se tratava de mulheres, e que uma delas, que estava de blusa vermelha, continuou caminhando e dobrou a esquina, na tentativa de se esquivar da abordagem. Um dos integrantes acompanhou a suspeita e percebeu que ela soltou algo ao chão, conseguindo abordá-la e trazê-la para perto das demais. 

Durante a abordagem, foi solicitado apoio de uma agente feminina para realizar a revista nas acusadas. Enquanto a equipe aguardava a chegada da policial feminina, um agente da GCM retornou ao local para pegar o objeto que havia sido jogado e constatou que se tratava de 12 pedras de crack prontas para venda. 

Com a chegada das policiais femininas, foi realizada a revista pessoal nas abordadas. Com a suspeita M.N., nada de ilícito foi encontrado. Já com a mulher que estava de blusa vermelha, identificada como P. L.O., foi encontrado mais um invólucro de crack, duas lascas de substância desconhecida pela equipe e a quantia de RS 139,00 reais em cédulas e moedas. A equipe questionou P.L.O sobre a procedência do entorpecente, e a mulher relatou que era de sua propriedade e que seria consumido junto a M.N.

A terceira abordada, por não ter nada ilícito, foi dispensada no local.

Diante dos fatos, a equipe deu voz de prisão a M.N. e a P.L.O., leu os seus direitos constitucionais e, sem a necessidade do uso de algemas, encaminhou ambas até a 13ª Subdivisão Policial (SDP), sob a acusação de tráfico de drogas.  

Notícias Relacionadas »