27/06/2021 às 15h14min - Atualizada em 27/06/2021 às 15h14min

Mais de 50 frases desconcertantes de crianças sobre a vida, o universo e tudo o mais

Selecionadas pelo poeta Javier Naranjo, as tiradas abordam temas nada prosaicos, como Deus, sexo, amor, dinheiro, solidão e muito mais

Por Rafael Guedes
Foto: Reprodução
Durante dez anos, o poeta Javier Naranjo atuou como professor infantil da escola El Triângulo, situada na zona rural da cidade de Rionegro, na Colômbia. Com os ouvidos apurados pela poesia, Naranjo volta e meia ouvia os alunos fazerem as observações mais desconcertantes sobre temas nada prosaicos, como Deus, sexo, amor, dinheiro, solidão e muito mais. Após anotar cada uma dessas tiradas, ele publicou um livro inteiramente dedicado aos aforismos de seus poetas e filósofos mirins. Intitulada ‘Casa das Estrelas’, a obra foi lançada no Brasil em 2013, pela editora Foz, esgotando-se rapidamente e tornando-se um objeto de culto. Em 2019, o livro retornou ao mercado em reedição da editora Planeta (compre aqui). A seguir, confira uma pequena seleção das frases que estão no livro. Recomendação: reflita um pouco sobre cada uma antes de passar à seguinte. 

ADULTO 

“Pessoa que, em toda coisa que fala, vem primeiro ela” 
(Andrés Bedoya, 8 anos)


“Criança que cresceu muito”
(Camilo Aranburo, 8 anos) 


“Quando uma pessoa está morta”
(Héctor Barajas, 8 anos)


ALEGRIA 

“A força de ser e de sentir”
(Camila Sanín, 9 anos) 


AMOR

“Quando batem em você e dói muito” 
(Viviana Castaño, 6 anos) 

“O que cada coração reúne para dar a alguém” 
(Lina Murillo, 10 anos)


BRINCADEIRA

“É estar contente e amando”
(Ricardo Mejía, 10 anos)


CRIANÇA

“Humano feliz”

(Jhonan Jiménez, 6 anos) 


DEUS

“É uma pessoa muito forte, porque aguenta muitas coisas de todos os cristãos”
(Edison Hidalgo, 12 anos) 


“É a nossa alma, é como se fosse um vento”
(Laura Escobar, 6 anos) 


DINHEIRO

“Coisa de interesse para as demais, com a qual se faz amigos, e não ter faz inimigos” 
(Ana Moreña, 11 anos)


DISTÂNCIA 

“Alguém que se vai de alguém”
(Juan Osorio, 8 anos) 


“A distância é algo que nunca se pode unir”
(Jorge Zapata, 12 anos) 


ESCURIDÃO 

“Cantar para Deus” 
(Liliana Medina, 6 anos) 


ESPÍRITO

“É o que você pensa, o ambiente que há dentro de cada um”
(Cristina Londoño, 12 anos) 


ETERNIDADE

“É esperar uma pessoa”
(Weimar Grisales, 9 anos) 


“É quando, numa casa, todos os filhos se casam, onde não põem música nem tem barulho. Essa casa parece uma eternidade”
(Blanca Henao, 10 anos) 


FAMÍLIA 

“Lugar onde tem muita discussão e se amam”
(Alejandro Giraldo, 10 anos) 


“É uma reunião de várias pessoas que se acham familiares” 
(Mary Arbeláez, 11 anos)


“É um encontro de toda a vida” 
(Jorge Soto, 8 anos) 


FELICIDADE

“É quando o amor, a paz e as coisas boas estão juntas” 
(Carolina Haayen, 10 anos) 


IGREJA

“Onde as pessoas vão perdoar Deus”
(Natália Bueno, 7 anos) 


IMORTALIDADE 

“É como estar vivo e dizer que estamos mortos”
(Weimar Grisales, 9 anos) 


“Imortalidade é muito dura” 
(Yamile Gaviria, 9 anos) 


INFERNO 

“É quando uma pessoa diz a outra: ‘Vai pro inferno’” 
(Luísa Velásquez, 8 anos) 


INSTANTE 

“É a única coisa que alguém pede a uma pessoa” 
(Leidy Garcia, 10 anos) 


LAR 

“É algo que de repente se separa”
(Juliana Escobar, 10 anos) 


LINGUAGEM

“É falar com uma pessoa sem gritar com ela” 
(Paulina Uribe, 11 anos) 


“A pele” 
(Victor Soto, 7 anos) 


LOUCO 

“Pessoa que se acha meio diferente do que é” 
(Juan Mejía, 11 anos) 


MÃE 

“É aquela que ensina o que a gente deve querer”
(Andres Bedoya, 8 anos) 


“É para mim um coração, é uma terra para mim” 
(Yamile Gaviria, 7 anos) 


MORTE 

“Uma coisa que não volta” 
(Ancizár López, 11 anos) 


“É algo que Deus fez por nós” 
(Edison Hidalgo, 12 anos) 


MULHER 

“É uma pessoa que se apaixona por alguém” 
(Nelson Ramírez, 7 anos) 


“Humano que não se pode consertar” 
(Oscar Alarcón, 11 anos) 


PAZ 

“Quando alguém se perdoa” 
(Juan Hurtado, 8 anos) 


PENSAMENTO 

“Uma forma de agir antes de falar” 
(Fabián Loaiza, 12 anos) 


PESSOA 

“É uma coisa sentimental” 
(Lina Sánchez, 8 anos) 


POESIA 

“Expressão de reprimidos” 
(Eulalia Vélez, 12 anos) 


POETA 

“Alguém que descobriu algo no mundo” 
(Nelson Londoño, 9 anos) 


“Um homem que canta” 
(Juan Eusse, 8 anos) 


POLÍTICO 

“É uma pessoa que acaba com a gente ou ajuda, depende da sua condição financeira”
(Pastor Castaño, 11 anos) 


SEXO 

“Há três tipos de sexo: o do homem, o da mulher e o do amor” 
(Daniela Hernándes, 10 anos) 


“É uma casa para os adultos” 
(Yessica Duque, 7 anos) 


SILÊNCIO 

“É quando alguém está na eternidade” 
(Leidy Arango, 10 anos) 


SOLIDÃO 

“Tristeza que dá na gente às vezes” 
(Iván López, 10 anos) 


“Pensar em outro” 
(Viviana Sepúlveda, 9 anos) 


“Quando a gente pensa na vida” 
(Wilson Rivera, 8 anos) 


“As árvores”
(Diego Villa, 6 anos) 


“A parede” 
(Elizabeth Parra, 8 anos)


TEMPO 

“Algo que corre na gente” 
(Roger Valencia, 9 anos) 


“Morrer”
(Deisy Henao, 6 anos) 


“É quando chove muito” 
(Luz Zuluaga, 9 anos) 


UNIVERSO 

“Casa das estrelas”
(Carlos Gómez, 12 anos)


VIOLÊNCIA 

“A parte ruim da paz” 
(Sara Martínez, 7 anos) 


VIDA 

“O amor, a paz, a tristeza” 
(Jorge Gómez, 6 anos) 


“Algo que se toma e se perde a cada dia” 
(Lina Murillo, 10 anos)

Notícias Relacionadas »