02/03/2021 às 08h08min - Atualizada em 02/03/2021 às 08h08min

Procon de PG notifica 46 postos de combustíveis sobre aumento antecipado de valores

Nos casos de comprovação da prática de preço abusivo, serão aplicadas sanções ao estabelecimentos, diz órgão

Da assessoria
Foto: Divulgação / PMPG
O Procon da Prefeitura de Ponta Grossa, órgão vinculado à Secretaria  Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), notificou 46 postos de combustíveis para que prestem esclarecimentos referentes ao aumento antecipado dos valores praticados nas bombas. As situações teriam ocorrido poucos dias após o anúncio de reajuste do preço dos combustíveis feito em fevereiro pelo Governo Federal.

Segundo o coordenador do Procon PG, Leonardo Werlang, diversas denúncias já foram encaminhadas ao órgão, que iniciou o processo de averiguação dos casos, solicitando explicações das empresas. "A partir das denúncias, instauramos diversos procedimentos de  investigação preliminar. Nessa etapa, o Procon notifica os postos para que apresentem documentação para que possamos identificar a prática conhecida como preço abusivo, em que, de forma injustificada, os postos de combustíveis aumentaram os preços nas bombas antes mesmo de terem recebido os combustíveis já com o novo reajuste anunciado pela Petrobrás", explica. "Nos casos de comprovação da prática de preço abusivo pelo Procon, serão aplicadas sanções a estes estabelecimentos, nos termos do Código de Defesa de Consumidor", completa.

Notícias Relacionadas »