01/07/2021 às 08h56min - Atualizada em 01/07/2021 às 08h56min

Secretaria suspende cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados do Paraná

Medida ajuda a controlar a utilização de medicamentos do kit-intubação nesse período que a ocupação dos leitos de UTI continua alta

Por Rafael Guedes
Foto: Divulgação
As cirurgias eletivas estão suspensas até o dia 15 de julho nos hospitais públicos e privados do Estado, conforme Resolução Sesa nº 587/2021, assinada nesta quarta-feira (30) pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. A medida ajuda a controlar a utilização de medicamentos do chamado kit de intubação nesse período em que a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) continua alta.

Os procedimentos de cardiologia, oncologia e nefrologia podem ser realizados, além de exames de caráter de urgência, com a assinatura do médico, ou a critério do profissional, desde que sejam considerados de urgência ou emergência. Da mesma forma, a Resolução autoriza o atendimento ambulatorial ou de hospital-dia que não utilizem medicamentos de bloqueio anestésico endovenoso.

A medida é necessária tendo em vista que o Estado passa por um momento de utilização massiva de anestésicos e relaxantes musculares. Os dados de ocupação da rede exclusiva de atendimento Covid-19 apontam índices de 94% em UTIs e 61% em enfermarias. São 1.881 pessoas internadas apenas na rede SUS nesta quarta-feira (30).

A decisão se soma ao novo decreto do Governo do Estado, que estende as medidas restritivas de circulação e de atendimento em estabelecimentos comerciais até o dia 31 de julho. 

Notícias Relacionadas »