07/07/2021 às 07h22min - Atualizada em 07/07/2021 às 07h22min

Encontro virtual voltado a professores de PG debate práticas de saúde mental e corporal

Com o tema "Práticas que fazem bem para o corpo e para a mente", evento ocorre às 17h desta quarta-feira (7), no YouTube

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Secretaria Municipal de Educação (SME) tem realizado várias ações comunitárias a fim de promover o bem-estar emocional de seus profissionais durante a pandemia de COVID-19. O 'Projeto Inspire' é um deles, realizado em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em projeto de extensão, e a Fundação Municipal de Saúde (FMS). O objetivo é oferecer alívio mental aos educadores, por conta do período de estresse e ansiedade que os atingem.

Mais de dois mil profissionais da Educação e da Saúde já participaram das atividades. O foco das terapias é promover espaços de escuta acolhedora por meio da terapia comunitária integrativa. Nesta quarta (7), o 'Projeto Inspire' terá uma nova live, com a coordenadora do projeto, Milene Zanoni da Silva, e a terapeuta comunitária Tereza Lopes Miranda. O evento terá como tema as "Práticas que fazem bem para o corpo e para a mente" e ocorre às 17h, em transmissão pelo canal do Núcleo de Formação, Avaliação e Tecnologia Educacional dos Profissionais da Educação/SME (NUFAT) no YouTube (acesse aqui).

A 'Terapia Comunitária Integrativa' tem por objetivo promover a saúde mental, trabalhar com o autocuidado, resgatar a autoestima das pessoas, reduzir a solidão por conta do isolamento social, minimizar o sofrimento psíquico das pessoas e promover emoções positivas, como a gratidão, felicidade, esperança, paz e conforto.

"O que temos percebido agora, em período de pandemia, é um nível enorme de ansiedade, medo diante das incertezas, gestão da família nesse período de isolamento com medo da contaminação, a perda de entes queridos e a necessidade de lidar com a questão da morte. O cuidado consigo mesmo acaba sendo deixado de lado ou é inexistente, entre várias outras consequências", afirma Milene, que é coordenadora do Ambulatório de Saúde Integrativa da UEPG e vice-presidente da Associação Brasileira de Terapia Comunitária Integrativa.

Iniciativa

A coordenadora do Núcleo de Formação, Avaliação e Tecnologia Educacional dos Profissionais da Educação/SME (NUFAT), Nilcea Mottin de Andrade, diz que promover momentos específicos de um trabalho voltado para a saúde mental é imprescindível para que seja possível encarar a pandemia, com um maior suporte emocional, preservando ao máximo a saúde mental.

"O projeto surge com o importante propósito de promover momentos de reflexão e práticas acerca da saúde mental dos profissionais da Educação e da Saúde. Podendo também ser estendido à comunidade em geral, tendo em vista a necessidade urgente de lidar com as emoções neste contexto tão difícil que todos vivenciam", afirma Nilcea.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), por meio de projeto de extensão, com a Fundação Municipal de Saúde – por meio do Núcleo de Práticas Integrativas e Complementares (NUPICS-PG) - e a Secretaria Municipal de Educação, por meio do Núcleo de Formação, Avaliação e Tecnologia Educacional (NUFAT). Iniciadas em 2020, as ações funcionam como estratégia para a promoção do florescimento humano, no contexto da pandemia de Covid-19 e pós-pandemia.

Notícias Relacionadas »