10/07/2021 às 17h47min - Atualizada em 10/07/2021 às 17h47min

Mutirão vacina mais de 10 mil pessoas contra COVID-19, neste sábado (10)

Novo recorde é batido na aplicação no público em geral com idades de 40 a 49 anos

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Saúde, realizou neste sábado (10), um mutirão de vacinação de primeira dose contra a COVID-19, em dez pontos da cidade. Ao todo, foram realizadas 10.015 aplicações no público em geral com idade entre 40 a 49 anos. A vacinação continua nesta segunda e terça-feira (12 e 13) com a segunda dose para quem tomou a primeira de Astrazeneca, até dia 18 de abril e que tem mais de 60 anos.

Das 8h às 16 horas deste sábado, 160 servidores municipais trabalharam no mutirão de vacinação realizado pela Prefeitura. Elizabeth Schmidt comemora o novo recorde de vacinação e congratula todos os envolvidos. "Avançamos de maneira expressiva na vacinação em Ponta Grossa e vemos um grande interesse por parte dos servidores em imunizar o máximo de pessoas possível, a cada remessa recebida da vacina. É desta maneira que venceremos a COVID-19 em nossa cidade", disse a prefeita.

O casal Carlos Josias Barbosas e Lucimara Barbosa, ambos com 41 anos tiveram a oportunidade de se vacinarem juntos neste sábado pela manhã, no Ginásio Oscar Pereira. "É uma dupla dose de esperança, estamos muito contentes por dividirmos mais este momento de alegria", disse Lucimara.

Ação contemplou o público em geral com idades entre 40 a 49 anos. O mutirão registrou 2.099 aplicações na Estação Arte, 1.023 no Restaurante Popular, 1.918 no Ginásio Oscar Pereira, 2.455 no Centro de Eventos (Drive-Thru), bem como, um total de 2.501 aplicações nas Unidades Básicas de Saúde da Palmeirinha, Bonsucesso, Rio Verde, Borsato, Vila Cipa e no Distrito do Itaiacoca.

A coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Stela Godoy reforça que a vacinação continua já na segunda-feira (12) como a segunda dose da Astrazeneca para o público acima de 60 anos. "Este momento é muito importante tanto por vacinarmos uma quantidade expressiva de pessoas acima de 40 anos na primeira dose, mas também por darmos o reforço na vacinação dos munícipes acima dos 60", avalia.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Rodrigo Manjabosco, ressalta que o aumento no número de vacinados já começa a dar resultados em relação ao número de internamento e de óbitos. No entanto, ainda não é o momento para diminuir os cuidados.  "Precisamos da colaboração da população na manutenção das medidas de prevenção contra a COVID-19 no uso da máscara, na constante higiene das mãos e não gerando aglomerações. Avançamos no combate contra o coronavírus, mas a luta ainda não acabou. Por isso, os cuidados são necessários", finaliza Manjabosco.

Notícias Relacionadas »