12/07/2021 às 14h05min - Atualizada em 12/07/2021 às 14h05min

DJ Ivis: entenda o caso de violência doméstica que revoltou a internet

Confira imagens das agressões e a versão do artista

Por 'RIC Mais'
Foto: Reprodução
Após aparecer agredindo a ex-mulher em vídeos divulgados neste fim de semana, DJ Ivis, de 30 anos, acabou afastado, neste domingo (11), de todos os compromissos profissionais pela produtora Vybbe, responsável por seu gerenciamento da carreira, informa o 'RIC Mais'.

Conhecido como “rei da pisadinha“, DJ Ivis atua como produtor, cantor, compositor e tecladista, e tem em seu currículo hits como “Volta Bebê, Volta Neném”, “Não Pode se Apaixonar” e “Volta Comigo BB” .

“Diante dos últimos acontecimentos, queremos deixar claro que a Vybbe repudia todo e qualquer tipo de agressão. Assim como vocês, também fomos surpreendidos com os vídeos postados nas redes sociais”, disse, em nota, a produtora.

A ex-mulher do DJ, a arquiteta Pamella Holanda, de 27 anos, foi quem divulgou os vídeos, gravados por câmeras de segurança. O DJ admitiu as agressões, mas afirmou que os vídeos não estão completos e que teria reagido a ameaças. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil do Ceará.

Os vídeos mostram Pamella levando tapas na cabeça, sendo empurrada e chutada no quarto da criança e agredida na sala com tapas, socos e pontapés, chegando a cair no chão.

Confira imagens das agressões e a versão do artista, em matéria do 'Record News' (se preferir, vire o celular na horizontal para uma melhor visualização): 




Detalhes

Em áudios disponibilizados pela coluna de Leo Dias, do Metrópoles, Pamella, que tem a pequena Mel, de 9 meses, com o DJ, dá detalhes do que passou.

“A primeira vez que ele me bateu foi quando eu estava grávida. Ele é extremamente explosivo e agressivo. É um cara que não tem paciência com nada e explode com tudo. Ele não é nada do mostra e aparenta nos stories dele todo alegre. Ele é assim com todo mundo, e todos sabem”, afirmou Pamella.

Mesmo após a agressão, Pamella contou que a mãe do DJ Ivis tentou defender o filho.

“Ele quebrou meu telefone, me espancou, a mãe e a babá ouviram. A mãe dele chegou a dizer que não tinha nada em meu olho e que eu ficasse calada, porque eu tinha tudo”.

A versão do artista, no entanto, diz que a ex-mulher o impedia de sair de casa, além de fazer ameaças contra a própria vida e dizer que sumiria com a filha por não admitir o fim do relacionamento. Ele chegou a registrar um boletim de ocorrências sobre o caso.

Repercussão

O caso logo tomou conta das redes sociais e muitos artistas e influenciadores saíram em defesa de Pamella. A cantora Marília Mendonça afirmou que “é inaceitável, intragável e brutal". 

O cantor e parceiro de DJ Ivis, Xand Avião, publicou um vídeo defendendo Pamella e condenando o comportamento do DJ.

“Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, afirmou o cantor.

Notícias Relacionadas »