12/07/2021 às 17h48min - Atualizada em 12/07/2021 às 17h48min

Prefeitura de PG divulga data de cadastramento presencial do vale-mercado

Benefício é uma das medidas do programa 'Retoma PG', que atua no enfrentamento dos impactos econômicos do novo Coronavírus

Da assessoria
Foto: Divulgação
Foram 4.250 pessoas que fizeram o agendamento, nesta segunda-feira (12), para receber o benefício do Vale-Mercado, em sua 3ª etapa. O procedimento aconteceu no formato on-line, através do site da Prefeitura. A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) informa que o cadastramento presencial acontecerá entre os dias 15 de julho a 16 de agosto.

O secretário Bruno Costa comenta que, embora tenham ocorrido instabilidades no sistema da Prefeitura, o agendamento on-line aconteceu dentro da normalidade. Nesse meio tempo, alguns usuários não tiveram acesso a tela de confirmação com o dia e horário marcado. "Quem efetuou o agendamento não precisa se preocupar, pois ainda hoje estará disponível esta informação na opção 'Consultar', na página do Vale-Mercado no site da Prefeitura", explica. 

Costa lembra que, para os munícipes que realizaram o agendamento on-line, no momento do atendimento presencial, em dia e hora marcada, será obrigatória a apresentação da RG, CPF, Carteira de Trabalho, talão de luz, Certidão de Casamento, além da documentação do cônjuge e seus dependentes, incluindo Carteira de Trabalho para dependentes maiores de 18 anos para pessoa física. "Se atendidas as exigências na documentação, o munícipe poderá fazer as compras já no mesmo dia", elucida.

Para os MEIs, é obrigatória a apresentação dos originais da Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (C.C.MEI), RG, CPF, talão de luz, além da documentação do cônjuge e seus dependentes, bem como a Carteira de Trabalho para dependentes maiores de 18 anos.

O Vale-Mercado é uma das medidas do programa 'Retoma PG', que atua no enfrentamento dos impactos econômicos do novo Coronavírus e disponibiliza um crédito de R$ 150,00 para pessoas em situação de insegurança alimentar. Ao todo, serão 4.250 famílias atendidas, em cada uma das quatro etapas.

QUEM TEM DIREITO

- Desempregados há mais de 6 meses;

- Grupo familiar e autônomos com renda até R$ 178,00 per capita;

- Ambulantes inscritos no Programa Ambulante Legal;

- MEI sem renda nos últimos 6 meses.

Dúvidas sobre o agendamento on-line e cadastramento podem ser sanadas pelo sistema on-line 156 ou pela Ouvidoria do Município.

Notícias Relacionadas »