16/07/2021 às 07h26min - Atualizada em 16/07/2021 às 07h26min

Seminário sobre transporte público de PG realiza segundo encontro

Intenção de buscar um novo modelo de transporte público que realmente atenda às demandas da população

Da assessoria
Foto: Divulgação
O Seminário "Transporte Público em PG – Um novo sistema é possível" realiza sua segunda etapa nesta sexta-feira (16), às 19h. O evento online será transmitido pelos partidos políticos que organizam o seminário, ou seja, nas páginas do Facebook do PT, PSOL, PCdoB e pelas mídias sociais do Mandato Coletivo do PSOL de Ponta Grossa.
 
A ideia do seminário surgiu com a intenção de buscar um novo modelo de transporte público que realmente atenda às demandas da população ponta-grossense, agregando a contribuição dos maiores especialistas do Brasil sobre o assunto e reunindo sugestões da população.
 
Desta vez, Joel Larocca Junior e Lúcio Gregori são os convidados para falar sobre o tema. Larocca é engenheiro civil pela UFPR (1973) e arquiteto e urbanista pela UP (2013). Tem mestrado em Economia (UFSC,2002) e doutorado em arquitetura e urbanismo (FAU-USP, 2020). É professor na UEPG (engenharia, agronomia, química). Trabalha atualmente com foco no Planejamento Urbano, tema de seu doutorado, onde trata, dentre outras coisas, do custo dos serviços essenciais de uma cidade, dos quais o transporte coletivo é um dos mais importantes.
 
Gregori é engenheiro civil e pós- graduado em Mecânica dos Fluidos pela escola Politécnica da USP. Foi secretário de Transportes da Prefeitura de São Paulo, entre 1990 e 1992, onde propôs o projeto Tarifa Zero, com o pagamento dos serviços de ônibus feito por um fundo denominado Fundo Municipal de Transportes, com o que o usuário dos transportes não pagaria tarifa. Em 1991 coordenou a elaboração e a aprovação da lei, denominada Lei de Municipalização dos Transportes, que acabou com as concessões de serviços de transportes coletivos municipais, transformando-os em contratos de prestação de serviços tipo fretamento, por no máximo 8 a 10 anos.

Em 2007 propôs à deputada federal Luíza Erundina que o transporte fosse considerado direito social por emenda constitucional, o que se concretizou em setembro de 2015 por consequência das manifestações de 2013. É coautor do livro Tarifa Zero, a Cidade sem Catracas lançado em setembro de 2020.

EVENTOS

Na sexta feira anterior, dia 9 de julho, ocorreu o primeiro encontro e o conteúdo pode ser acessado nas páginas do Facebook dos partidos organizadores. Além do evento desta sexta, 16, está programado um terceiro encontro para 23 de julho, com a presença do presidente da Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM), Getúlio Vargas Júnior (PCdoB) e da coordenadora do Organismo de Base do Transporte coletivo do PCdoB de PG, Marny Mariano.

Notícias Relacionadas »