19/07/2021 às 13h33min - Atualizada em 19/07/2021 às 13h33min

Cantor de PG lança clipe provocativo para questionar repressão a LGBTQs; assista

Trabalho traz a reflexão: e se a sociedade recebesse de volta a repressão que impõe sobre o público LGBTQ?

Da redação, com Amanda Dombrowski / Portal Catpoppers by Gataria
Foto: DZV / Divulgação
O artista ponta-grossense Romanov (nome artístico de Leonardo Douglas) lançou, na última quinta-feira (15), a música “CEO”, que já bateu quase 2 mil visualizações desde que foi publicada no YouTube (assista ao clipe no fim da matéria).

Apesar de mostrar cenas fortes, que apresentam o público LGBTQ em um contexto de força e poder, o objetivo do clipe, segundo o artista, não é fazer apologia à violência, mas mostrar que o público da sigla pode estar onde quiser

"Eu pude mostrar que os LGBTQs podem estar em qualquer lugar que quiserem estar, podem ditar as regras do jogo e não vão estar fadados a sempre receber a dor. Nós também sabemos e vamos nos defender", explica Romanov ao portal ‘Catpoppers’, do coletivo Gataria. 

A mensagem do trabalho, de acordo com o artista, foca no empoderamento do público LGBTQ e provoca uma reflexão: e se a sociedade recebesse de volta a repressão que impõe sobre esse público? "Por que eles fazem isso se não querem receber o mesmo?", questiona. 

"Eles", no caso, são aqueles que matam, discriminam e marginalizam os LGBTQs. "Muitos LGBTQs estão sendo mortos, massacrados, todos os dias, principalmente no Brasil, o país que mais mata LGBTQs no mundo", aponta. 
 
Processo criativo 

Não é por acaso que o clipe tem uma estrutura narrativa tão coesa. Segundo Romanov, o processo de produção começou com a escrita da letra. Em seguida, para criar o roteiro do clipe, o artista escreveu um conto, a partir do qual foi possível criar um clipe com começo, meio, ápice e fim.

"O meu objetivo é alcançar muitas pessoas, para que elas se identifiquem e reflitam", afirma o cantor, que planeja lançar mais uma música ainda este ano. A seguir, confira o clipe de "CEO" (se preferir, vire o celular na horizontal para uma melhor visualização):



Notícias Relacionadas »