30/07/2021 às 08h13min - Atualizada em 30/07/2021 às 08h13min

AMCG apresentará demandas da região ao governador Ratinho Junior

Membros da entidade vão se encontrar com o governador na próxima segunda-feira (2)

Da assessoria
Foto: Reprodução
As demandas regionais da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) serão apresentadas pelos prefeitos na próxima segunda-feira (2), ao governador Ratinho Junior. Os gestores serão recebidos no período da manhã, no Palácio Iguaçu, pela equipe de Governo. A audiência foi solicitada pelo presidente da AMCG, prefeito de Castro, Moacyr Fadel, logo no início de sua gestão. “Estávamos no aguardo dessa audiência. Os prefeitos da associação elencaram algumas prioridades e necessitam de apoio do estado para dar continuidade ou força para os seus projetos”, explica.

Os gestores da AMCG estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (29), durante reunião ordinária em Ponta Grossa, e já adiantaram algumas das demandas prioritárias que devem pautar o encontro. “O apoio do Governo do Estado para a atração de investimentos nos municípios menores é essencial”, destacou o presidente, que já apresentou projetos à Secretaria de Estado de Planejamento e Projetos Estruturantes. “Nossos municípios têm capacidade de receber esses investimentos, além da necessidade de gerar novos empregos”, explica, destacando a importância da descentralização.

Prefeito de Tibagi, Artur Nolte propôs ainda que a divisão do ICMS entre os municípios, fornecedores de matérias-primas, volte a ser debatida pelo estado. “Somos grandes produtores de soja e de cevada, por exemplo. Poderíamos ser beneficiados sem receber as indústrias”, defende. 

Além da pauta da descentralização de investimentos, os gestores elencaram projetos de melhoria nas estradas que interligam a região. A Transbrasiliana, no trecho que liga o trevo Marabá ao município de Imbituva, a PR 151 -- trechos entre Palmeira e Ponta Grossa, e  Sengés e São João da Boa Vista --, e a pavimentação da estrada do Socavão compõem o documento que será entregue ao governador.

Também integram o documento o aumento de efetivo da Polícia Militar, recursos do transporte escolar e questões de saúde pública. “Algumas solicitações são antigas. Mas todas nossas demandas visam o desenvolvimento regional e o bem-estar de nossos munícipes. Por isso, vamos reforçar junto ao Governo do Estado”, destaca Fadel.

Notícias Relacionadas »