05/08/2021 às 17h55min - Atualizada em 05/08/2021 às 17h55min

Polícia Civil de PG prende suspeitos de matarem mulher no bairro Contorno

Um homem de 27 anos e uma mulher de 30 anos foram detidos; relembre o caso

Da assessoria
Foto: Divulgação
Os acusados pela morte de Gisele Aparecida Alves dos Santos (foto), de 33 anos, morta a tiros na manhã do dia 24 de junho na rua Angico Branco, região do bairro Contorno, foram presos pela Polícia Civil de Ponta Grossa nesta quinta-feira (5).

Segundo informações colhidas durante a investigação, inicialmente, houve uma discussão envolvendo a vítima e duas pessoas que seriam vizinhas. Em seguida, chegaram ao local outro indivíduo e a sua esposa, ocasião em que a discussão ficou mais intensa, envolvendo, também, um dos filhos da própria vítima.

Durante a discussão, Gisele passou a filmar os envolvidos. Nesse momento, o homem de 27 anos, preso hoje, sacou uma pistola e realizou dois disparos nas costas de Gisele, enquanto ela corria para se proteger dos tiros. Durante a ação, o filho da vítima fugiu, pulando os muros das casas vizinhas, tendo o autor ido atrás dele, mas não o localizando. Em seguida, o homem, supostamente, teria retornado e realizado novo disparo na vítima, já caída, à queima-roupa.

A mulher presa na data de hoje, de 30 anos, passou a quebrar os vidros da residência de Gisele com uma vassoura, para ameaçar a filha da vítima, que estava escondida no interior da residência, forçando-a, em seguida, a buscar, no corpo da mãe, o aparelho celular dela, que foi levado na ação, supostamente para ocultar provas (pois a vítima teria filmado a discussão).

Com o avanço das investigações, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos suspeitos. Após deferimento dos Mandados de Prisão Preventiva pela Justiça e parecer favorável do Ministério Público, foram realizadas inúmeras diligências com a finalidade de localizar os suspeitos e, na data de hoje, com apoio da população, através de denúncia anônima, os acusados foram localizados no bairro Contorno. Ambos tentaram fugir da ação policial, inclusive, saltando muros, sendo alcançados pela equipe no interior de um terreno vizinho.

O homem de 27 anos e a mulher de 30 anos estão presos, preventivamente, à disposição da Justiça. As investigações já estão em estágio avançado e devem ser encerradas nos próximos dias.

Notícias Relacionadas »