06/08/2021 às 11h05min - Atualizada em 06/08/2021 às 11h05min

Preço da cesta básica sobe em PG; valor representa 62,74% do salário mínimo

Do custo dos 33 produtos que compõem a cesta, 20 subiram

Da assessoria
Foto: Divulgação
Em julho, o preço da cesta básica em Ponta Grossa aumentou em 2,99% e passou a custar R$ 690,18. Entre os produtos, o custo da banana aumentou em 32,67% e a cebola diminuiu em 29,74%. Os valores são resultado de uma comparação dos preços na primeira semana de julho e agosto.

A pesquisa, realizada pelo Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Nerepp/UEPG), caracteriza o consumo básico de alimentação, higiene e limpeza de uma família com 3 membros em média. Em agosto, a cesta básica passou a custar R$ 690,18 e agora representa 62,74% do salário mínimo.

Do custo dos 33 produtos que compõem a cesta, 20 subiram, 12 caíram e um permaneceu constante. O grupo Hortifrutigranjeiros teve a maior variação de preços e ficou 5,43% mais caro, enquanto o grupo Limpeza, com a menor variação de preços, ficou 1,25% mais caro.

Conforme a pesquisa, nos últimos 12 meses, a cesta básica já aumentou 13,11%. O Índice Cesta Básica (ICB) não é um aferidor de inflação e utiliza informações dos sistemas delivery dos supermercados ponta-grossenses.

Grupos

No grupo Hortifrutigranjeiros, que teve um aumento no preço de 5,43%, o produto que ficou mais caro foi a banana (+32,67%) e o mais barato foi a cebola (-29,74%). Já no grupo Carne, cujo preço total subiu 4,04%, a carne bovina teve um aumento de 5,43% e a carne de frango teve uma queda de 0,78%. Com um aumento de 3,82% no grupo Higiene, o preço do papel higiênico subiu em 11,17% e a pasta de dente diminuiu em 3,66%.

O grupo Alimentação Geral aumentou em 2,26%. O pão ficou 21,20% mais caro e o leite ficou 11,39% mais barato. Já o grupo Limpeza teve a menor alta de preços (1,25%), com o custo do amaciante subindo em 7,02% e a água sanitária caindo em 9,41%. 

Notícias Relacionadas »