11/08/2021 às 07h58min - Atualizada em 11/08/2021 às 07h58min

Ratinho visita unidade paranaense de uma das maiores fabricantes de chocolates do mundo

Empresa injeta cerca de R$ 607 milhões anualmente na economia do Paraná

Da assessoria
Foto: Divulgação
O governador Carlos Massa Ratinho Junior visitou, na tarde desta terça-feira (10), a maior fábrica de chocolates da Mondelēz em todo mundo, que fica na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A unidade produz chocolates da Lacta, como os clássicos Sonho de Valsa e Bis, além de balas, gomas de mascar, biscoitos, bebidas em pó. Está no Paraná desde de 2000 e somente nos últimos dois anos investiu mais de R$ 400 milhões no Estado.

A Mondelēz Brasil beneficia três mil paranaenses, direta e indiretamente, em uma cadeia de 421 fornecedores locais, injetando na economia do Paraná cerca de R$ 607 milhões por ano.

Ratinho Junior explicou que a planta de Curitiba é um exemplo de qualidade e de compromissos sociais e ambientais, além de ser motor da geração de empregos e da movimentação da economia.

“É uma alegria saber que uma das maiores fábricas de chocolate do mundo fica no Paraná, gerando muito emprego. A Mondelēz é reconhecida em todo o mundo não apenas pela qualidade dos produtos que fabricam, mas também pela maneira como seus colaboradores são tratados. O compromisso social e ambiental que a Mondelēz tem com as suas fábricas no mundo todo não é diferente aqui no Paraná”, afirma o governador.

De olho no crescimento do segmento, que não teve impactos econômicos como alguns outros setores durante a pandemia, pela própria característica do produto, como snacks (lanchinhos rápidos) e alimentos que podem ser consumidos em casa, o governador reforçou a disponibilidade de parceiras do Estado com a fábrica. Desde o início da gestão, mais de R$ 50 bilhões já foram atraídos em investimentos privados.

“Para nós é motivo de muito orgulho saber que temos aqui uma fábrica desse porte. Nosso objetivo é estar à disposição para sempre que a Mondelēz entender que é necessário expandir, crescer, ter mais investimentos, que possa colocar o Paraná no radar como prioridade”, explica o governador.

O presidente da empresa, Liel Miranda, destacou que estar no Paraná já é parte da natureza da Mondelēz Brasil. Ele citou que o Estado concentra cerca de 90% da produção no Brasil, além da maior parte da tecnologia e do centro de desenvolvimento de produtos do Brasil e da América Latina.

“A nossa relação com o Paraná é histórica. Desde que nos instalamos, temos contribuído para o desenvolvimento econômico e social da comunidade paranaense. Temos orgulho em estarmos presentes neste Estado, que além de estratégico, foi sempre um grande promotor do desenvolvimento tecnológico, humano e comercial. Temos nos beneficiado muito com o desenvolvimento do Estado, com a qualidade da mão de obra, a qualidade da tecnologia desenvolvida, bem como a qualidade dos fornecedores locais. Pretendemos continuar essa parceira para que possamos continuar nessa jornada de crescimento”, afirma Miranda.

Somente no primeiro semestre de 2021, segundo ele, a Mondelēz Brasil investiu R$ 92 milhões na fábrica de Curitiba, uma das mais bem avaliadas do mundo quando se trata das questões ambientais. A unidade trabalha com 100% de energia gerada por biomassa, além de fazer o reuso da água.

MONDELEZ – A empresa é detentora de marcas Lacta, Bis, Sonho de Valsa, Tang, Halls, Trident, Club Social, Oreo, entre outras. Em 2012, quando a então Kraft Food foi dividida, a Mondelēz Brasil ficou responsável pela produção de snacks: aqueles alimentos consumidos entre as principais refeições, que geram sensação de bem-estar e conforto ao longo do dia, enquanto a outra companhia ficou com a produção de molhos, massas e queijos.

Notícias Relacionadas »