12/08/2021 às 14h04min - Atualizada em 12/08/2021 às 14h04min

Empresário do PR cria lanche inovador em formato de "U" e faz sucesso nas feiras

Produto comporta vários tipos de recheio, incluindo sorvete

Por 'Tribuna'
Foto: Reprodução / Gerson Klaina
Um food truck que vende um lanche inovador, um snack de milho chamado Quizzy, feito em formato de “U”, tem se destacado na feira livre de todas as sextas-feiras no Lindoia, em Curitiba, informa o 'Tribuna'. Com um sabor novo – que permite vários recheios – e saudável nos ingredientes, o alimento é fabricado e vendido na feira pelo engenheiro mecânico e empreendedor curitibano Renato Marchesi, 39 anos, dono do food truck e criador do petisco.

A máquina usada na produção do lanche levou dois anos para ser desenvolvida pelo próprio Marchesi e já tem pedido de patente em andamento, o que também inclui a fórmula do Quizzy. Segundo o engenheiro, o objetivo é ampliar os negócios e espalhar a ideia do produto pelo Brasil. Ele não descarta o apoio de investidores.

Como contou Marchesi, o que segura o início da corrida pela expansão do negócio é a atual desaceleração da economia provocada pela pandemia de coronavírus (covid-19). Para se ter uma ideia do impacto, no ano passado, Marchesi teve que entregar o ponto de um quiosque que havia alugado para vender e promover o Quizzy dentro de um shopping de Curitiba. “Já havia publicações e promoções no Instagram, mas o fechamento do comércio e as incertezas da pandemia fizeram o movimento do shopping oscilar. Ficou inviável bancar o aluguel como projeto de negócio ainda no início”, desabafou o engenheiro.

A solução para manter vivo o sonho de empreender com o Quizzy – e com outros alimentos derivados que podem ser produzidos pela mesma máquina – foi assumir o food truck na feirinha. Marchesi aproveitou a oportunidade de uma vaga na recente Feira Noturna do Lindoia, que foi aberta pela prefeitura de Curitiba em abril deste ano, na Avenida Presidente Wenceslau Braz, próximo ao número 2.750. “A feira é das 16h às 21h. O ponto foi aberto neste ano. Sou eu mesmo que fico lá e tenho um amigo que me ajuda. A feira mantém a ideia do negócio viva, pois o Quizzy tem saído bastante. E quem gosta volta”, diz Marchesi.

O Quizzy, segundo o criador, é um snack à base de milho que comporta vários tipos de recheio, incluindo sorvete. O nome foi uma sugestão da agência de publicidade contratada para campanhas de marketing. “Precisava de um nome novo, para um produto novo. Combinou”, comemora o engenheiro. Os demais produtos que podem ser fabricados pela máquina incluem fit snacks e suas derivações.

Antes do Quizzy, a criação da máquina

Em 2014, o curitibano Renato Marchesi trabalhava como alto executivo de uma empresa do ramo automotivo, no estado de São Paulo. Em um período de férias na China, ele teve contato com algumas tecnologias para produção de alimentos, incluindo snacks semelhantes ao Quizzy. Em 2016, Marchesi deixou o ramo automotivo e voltou a morar em Curitiba, onde decidiu empreender.

Antes de criar a sua própria máquina de alimentos, com os contatos que fez na China, o engenheiro pensou em trazer uma máquina chinesa de snacks ao Brasil para montar seu negócio próprio. Não deu certo por causa do custo muito alto para ele, algo em torno de R$ 200 mil só pelo equipamento, fora outros gastos. Foi quando Marchesi decidiu que criaria a sua própria máquina.

O curitibano precisou de dois anos e cerca de 510 testes para desenvolver a máquina. No final de 2018, ela estava pronta. Em julho de 2019, Marchesi abriu o quiosque do Quizzy no shopping center. “Banquei um ano de aluguel, mesmo com a pandemia. Até que não deu mais e os planos acabaram derivando para o food truck”, conta.

Atualmente, além de fazer feira, Renato Marchesi segue divulgando o seu produto e as derivações. “Estou nos 47 minutos do segundo tempo. Ou vai, ou racha. Se alguém ajudar com um suporte financeiro, será uma grande oportunidade para todos”, ressalta.


Leia aqui o resto da matéria. 
Notícias Relacionadas »