13/08/2021 às 16h30min - Atualizada em 13/08/2021 às 16h30min

1 de cada, com Ney Hermann

Confira as dicas do palestrante, consultor e jornalista Ney Hermann

Por Ney Hermann
Foto: Acervo pessoal
Um livro, um filme, uma música, uma série, um lugar, um prato, uma frase, um ícone: oito opções para conhecer e expandir os horizontes, por Ney Hermann, palestrante, consultor e jornalista. 


1 LIVRO 

Um Novo Mundo – O Despertar de uma Nova Consciência (Eckhart Tolle)


"Nessa obra, o autor, Eckhart Tolle, fala que precisamos nos livrar do controle do ego, pois ele seria a fonte de todo o sofrimento humano. O ego impede a consciência plena do indivíduo e também dificulta ao extremo a prática da alteridade, ou seja, a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro para compreendê-lo. Essa força destrutiva é construída ao longo dos anos através de emoções, ressentimentos, pensamentos, conceitos de superioridade e inferioridade, aparência física e identificação com bens, duráveis e de consumo. O combustível do ego é a ininterrupta necessidade de aparecer e dominar, criando um ciclo vicioso de eterno conflito. Acho que todos deveriam ler essa obra nos dias de hoje para que no futuro possamos ter dias mais tranquilos, numa atmosfera de paz e cooperação”


1 FILME 

Blade Runner – O Caçador de Androides (Ridley Scott, 1982) 




"Uma obra-prima do cinema, dirigida por Ridley Scott, com trilha sonora do grego Vangelis. A película, de 1982, é considerada o cult movie dos anos 80. A história se passa num futuro distante, com androides que se assemelham muito a seres humanos. A única diferença é que eles vivem pouco tempo. Um grupo desses androides tenta reverter essa situação, matando quem se atreve a detê-los. O policial Rick Deckard, interpretado por Harrison Ford, é especializado na identificação dos mesmos e sai a caça deles, mas acaba se envolvendo com uma bela androide. Apesar do clima futurista, toda a linguagem visual, como figurinos e iluminação, lembra um filme dos anos 40. E o roteirista Hampton Fancher deixa uma dúvida para o público: quem, de fato, era o bandido da história?"


1 MÚSICA 

"O que é, o que é?" – Gonzaguinha




"Na minha opinião, a melhor música de Gonzaguinha, lançada em 1982, no álbum 'Caminhos do Coração'. Um hino de pura alegria, que contagia todos aqueles que o ouvem. 'Viver e não ter a vergonha de ser feliz! Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz!' Acredito que precisamos de otimismo para atravessar o momento que vivemos"


1 SÉRIE 

Star Trek – Jornada nas Estrelas (1966)

"Adoro ficção científica. E essa série, criada por Gene Roddenberry, mostra um futuro, no século XXIII, repleto de desafios, mas com uma humanidade unida, sem guerras, e dentro de uma grande aliança com outras espécies, chamada Federação Unida dos Planetas. Roddenberry mostra os benefícios da cooperação humana e tudo o que poderíamos fazer se a nossa meta fosse dar o melhor de nós o tempo todo. A série original é dos anos 60, auge da crise racial nos Estados Unidos e da Guerra Fria com a extinta URSS, mas, mesmo assim, na ponte de comando, tinha uma mulher negra com nome africano e um oficial russo. Foi preciso coragem para colocar esses personagens na TV aberta norte-americana da época. 'Star Trek' mostra que o futuro da humanidade pode ser promissor"


1 LUGAR 

Buraco do Padre  


"Uma furna com uma linda cachoeira dentro? Só mesmo o Grande Arquiteto para criar uma catedral como essa. Inigualável. Vale a pena conhecer"


1 PRATO 

Costela no fogo de chão 


"Que me perdoem os veganos, mas é muito bom!"

1 FRASE 

"É preciso andar o dia inteiro com os mocassins de um homem para poder julgá-lo" (Ditado Apache)

"Trata-se de alteridade. Colocar-se no lugar do outro. Julgar as pessoas apenas pelo seu ponto de vista demonstra pobreza de espírito. Não vale a pena. Estudar as razões alheias pode ser revelador"

1 ÍCONE 

Alceu David Hermann


"Meu pai. O melhor e mais humano homem que eu já conheci. Que Deus o tenha"

Notícias Relacionadas »