13/08/2021 às 17h41min - Atualizada em 13/08/2021 às 17h41min

Vacina BCG, contra tuberculose, passa a ser aplicada em UBS da Nova Rússia

Imunização acontece de segunda a sexta-feira, no período da manhã, das 8h às 11h30

Da assessoria
Foto: Divulgação
A partir de agora os pais devem levar seus filhos para receber  a vacina BCG na Unidade Básica de Saúde (UBS) Rômulo Pazinato, na Nova Rússia. A  aplicação das doses acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30. A imunização é livre demanda, não havendo necessidade de agendar horário. 

A vacina BCG (Bacilo de Calmette e Guérin) protege contra as formas da tuberculose. A tuberculose é uma doença grave, causada por bactéria e que afeta pulmões, ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). 

"O principal sintoma da doença é a tosse, acompanhada de falta de ar, febre, entre outros. Pessoas saudáveis e infectadas podem não apresentar sintomas e, mesmo assim, transmitirem a bactéria. O contágio se dá de uma pessoa para a outra, através de gotículas de saliva da garganta. O compartilhamento de objetos não oferece risco. Pessoas com o sistema imunológico comprometido têm mais chance de desenvolver a doença, em especial, de forma grave e generalizada. ", destaca a enfermeira e  coordenadora do Departamento de Imunização, Stela Godoy. 

Sobre a vacina

A vacina é extraída por meio do enfraquecimento de uma das bactérias que causam a tuberculose e é tomada em dose única. No local em que foi aplicada, geralmente no braço direito, é normal formar uma cicatriz característica. "Não se deve colocar nenhum produto, medicamento ou curativo sobre a cicatriz, pois esta é uma reação esperada da vacina. Com a vacina BCG ficamos protegidos da tuberculose desde os primeiros dias de vida", finaliza Stela. 

Notícias Relacionadas »