17/08/2021 às 13h24min - Atualizada em 17/08/2021 às 13h24min

Clube da Robótica de PG deve participar da Olimpíada Brasileira de Robótica

Resultados oficiais devem sair no final do mês, após as equipes técnicas analisarem os códigos e programação utilizados

Da assessoria
Foto: Divulgação
Os resultados ainda não são oficiais, mas, ao que tudo indica, o Clube da Robótica terá uma equipe representando Ponta Grossa na fase nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica. A fase estadual ocorreu no último domingo (15), e quatro equipes do Clube contaram com participantes. No nível um, o Clube ficou com o segundo, o terceiro e o sexto lugar na competição, e no nível dois, na oitava colocação. “Nossas equipes foram muito bem. E temos que destacar que o mais importante que ganhar é competir e o maior prêmio foi o conhecimento adquirido pelos alunos”, disse o CEO e professor do Clube, Evandro Kafka.

A equipe que conquistou o segundo lugar é a que deve representar o Clube na fase nacional. Foram 320 os pontos válidos, apenas dez a menos que a primeira colocada, a Immortalis.

Os alunos do Clube tiveram meses de preparo para a simulação proposta pela OBR, que este ano foi 100% simulada. “Foi muito divertido e desafiador. Nunca imaginei que as crianças fossem conseguir fazer tanto com tão pouca idade, não é nada fácil programar”, avalia Cristina, mãe dos alunos Lorena e Vitor Yabuta.

Os resultados oficiais devem sair no final do mês, após as equipes técnicas da Olimpíada Brasileira de Robótica analisarem os códigos e programação utilizados pelas crianças. “Incentivamos eles a tentarem a solucionar em equipe os problemas que as pistas apresentam”, explica Kafka. Na OBR, um robô, em um ambiente hostil, deve simular o resgate de vítimas sem a interferência humana.


Notícias Relacionadas »