17/08/2021 às 18h00min - Atualizada em 17/08/2021 às 18h00min

Estudantes da UEPG recebem segunda dose da vacina contra COVID-19

Ação também abrangeu servidores recém-contratados para administração da primeira dose

Da assessoria
Foto: Divulgação
Tranquilidade para continuar o trabalho e os estudos. Na manhã desta terça-feira (17), estudantes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) receberam a segunda dose da vacina contra a Covid-19. A ação ocorreu no Centro de Convivência e também compreendeu servidores recém-contratados para administração da primeira dose. No total, foram aplicadas 180 doses da AstraZeneca, sendo 164 para estudantes e 16 para funcionários. Com a segunda dose, os estudantes ficam plenamente imunizados contra o Coronavírus.

A ação foi exclusiva para estudantes de Medicina, Odontologia, Enfermagem e Farmácia, que estão em disciplinas práticas em laboratórios ou clínicas da UEPG ou realizam estágios em unidades de saúde. Eduarda Cristina Santos está no quinto ano do curso de Odontologia e atua no atendimento nas clínicas odontológicas. “É um sentimento de gratidão imensa, é muito gratificante poder fazer parte de tudo isso, de ter a oportunidade de me vacinar”, comemora. A aluna voltou às atividades presenciais no início de maio, juntamente com o retorno dos atendimentos de Odonto. Nas próximas semanas, ela também estará no atendimento de pacientes no Hospital Universitário Materno-Infantil (Humai).

Beatriz Stelle não compareceu ao Centro de Convivência apenas para se vacinar. Juntamente com outros estudantes, ela também atuou na recepção e vacinação dos presentes. Sobre receber a segunda dose, Beatriz diz estar aliviada. “Muita alegria de poder fazer meu estágio com total segurança”, ressalta. Estudante do quinto ano de Farmácia, ela realiza estágio na Farmácia Escola da UEPG. “Fico muito grata em saber que meus colegas de curso estão protegidos e poderão trabalhar nos laboratórios sem risco de adquirir a versão grave da doença”, completa.

O vigilante Denilson de Matos começou a trabalhar no Humai no início de agosto e tomou a primeira dose. Para ele, receber o imunizante lhe passa o sentimento de conquista. “Muitos gostariam de tomar a vacina, mas não conseguiram, porque o vírus chegou primeiro. Por isso, para mim, vejo esse momento como uma vitória”, salienta. Denilson ainda revela que já está ansioso para tomar a segunda dose.

“A segunda dose da vacina vai trazer mais segurança no retorno das nossas atividades”, destaca Fabiana Postiglioni Mansani, diretora do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde (Sebisa). A professora explica que os acadêmicos já estão trabalhando no atendimento à comunidade, tanto nas clínicas odontológicas e laboratórios, quanto em hospitais, pronto socorro e unidades de saúde. “A imunização nos dá a segurança de que a atividade que eles estão desenvolvendo vai contribuir na formação profissional. Para nós, é um avanço importante, pois conseguimos retomar o planejamento das aulas práticas permitidas nas normativas estaduais”, explica. Fabiana ressalta o trabalho da Fundação Municipal de Saúde e Reitoria da UEPG no trabalho de imunização dos acadêmicos. “As instituições compreenderam a importância de vacinar os estudantes para que eles possam voltar às atividades práticas”, finaliza.

Notícias Relacionadas »