19/08/2021 às 09h19min - Atualizada em 19/08/2021 às 09h19min

Jovem morto a tiros na vila 31 de Março tinha passagens pela polícia, diz delegado

Carro utilizado na fuga foi encontrado; proprietária do veículo será ouvida pela Polícia Civil

Da redação, com 'dcmais'
Foto: Reprodução
O vendedor Paulo Ricardo de Freitas, de 25 anos, morto a tiros em frente a um estabelecimento comercial na esquina das ruas Afonso Celso e Washington Luís, na região vila 31 de Março, tinha diversas passagens pela polícia, afirma o delegado Fernando Jasinski. 

Destacando que a equipe de investigação prefere manter cautela ao julgar qualquer informação sobre as possíveis motivações do assassinato, o chefe do Setor de Homicídios da 13ª Subdivisão Policial (SDP) aponta que a morte do rapaz pode estar relacionada ao seu histórico. 

“Estamos apurando eventuais denúncias e tentando ligar eventuais autores ao crime. Estamos com cautela para julgar qualquer informação a respeito. Mas a vítima nós tínhamos prendido em ações anteriores. Então [o assassinato] pode estar relacionado a essa vida que levava”, observa. 

Carro encontrado 

Jasinski informa ainda que o automóvel utilizado na fuga do autor do crime, um Renault Clio de cor prata, foi encontrado abandonado na rua Abílio Simionato, região do bairro Boa Vista. Após atirar contra Paulo Ricardo, o suspeito correu até o veículo e entrou no lado do passageiro. 

O carro, ao que tudo indica, estaria sendo conduzido por outro homem. No entanto, a Polícia Civil descobriu que o veículo está no nome de uma mulher e que não há alerta de furto ou roubo para ele. Segundo Jasinski, a mulher será ouvida em breve, para verificar se tem alguma relação com o crime. 

Paulo Ricardo de Freitas foi sepultado no cemitério Jardim Parque Paraíso, às 16h30 da última terça-feira (17). O jovem deixa uma filha de sete meses.  

Notícias Relacionadas »