19/08/2021 às 11h23min - Atualizada em 19/08/2021 às 11h23min

​Homem de PG é preso em São Paulo por abusar sexualmente de enteadas

Padrasto enviava vídeos pornográficos às meninas e pedia que elas reproduzissem as cenas com ele

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Polícia Civil, através do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), concluiu mais uma investigação por estupro de vulnerável após a prisão do autor, nesta quinta-feira (19). De acordo com a delegada Ana Paula Cunha Carvalho, a investigação iniciou neste mês, quando as vítimas, duas irmãs de 14 e 10 anos, denunciaram à sua mãe que há muito tempo vinham sendo vítimas de abuso sexual por parte do padrasto, um homem de 44 anos, de Ponta Grossa. 

De acordo com as vítimas, o padrasto enviava vídeos de conteúdo pornográfico às enteadas e depois pedia que elas reproduzissem as cenas com ele. Ainda teria por hábito, quando viajava a trabalho, fazer ligações de vídeo às vítimas para que elas mostrassem os corpos.

Pelos fatos informados, foi representada pela prisão do padrasto, à qual foi dada cumprimento na cidade de Paraguaçu Paulista (SP), onde o indivíduo se encontrava a trabalho nesta quinta-feira (19), através de uma parceria entre as polícias civis do Paraná e de São Paulo. O investigado responderá pelo crime de estupro, estupro de vulnerável e aliciamento de criança para prática de ato libidinoso.

Notícias Relacionadas »