19/08/2021 às 14h59min - Atualizada em 19/08/2021 às 14h59min

Menos de 1% das multas por infração a decretos foram pagas em PG em 2021

Multas foram de R$ 10 mil para estabelecimentos de R$ 1 mil para pessoas

Da redação, com 'G1'
Foto: Divulgação
A Prefeitura de Ponta Grossa informou que multou 138 estabelecimentos por descumprimento de regras de combate à pandemia do novo coronavírus neste ano de 2021.

Conforme balanço divulgado pela administração pública, os locais fazem parte de um total de 28 mil estabelecimentos que foram vistoriados neste ano pelas equipes de fiscalização.

Para cada um, a multa aplicada foi de R$ 10 mil. No total, isso corresponde a R$ 1,38 milhão. 

Ainda conforme a prefeitura, as autuações também foram feitas para 115 pessoas, em um total de R$ 1 mil reais para cada por desrespeitarem medidas de prevenção previstas nos decretos municipal e estadual. No total, isso equivale a R$ 115 mil. 

Do total (R$ 1.495.000,00, contando multas a pessoas e estabelecimentos), a prefeitura informou que recebeu, até esta quarta-feira (18), apenas R$ 13 mil em valores pagos pelas multas aplicadas. Ou seja: 0,9 %. 

Segundo a administração pública, o processo pode ser demorado pois tanto estabelecimentos quanto pessoas físicas podem recorrer da multa. Uma vez pago, o valor da autuação é destinado para ações de combate à pandemia.

Jovens 

O maior registro de multas, conforme o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Manjabosco, está entre os jovens. Em especial, segundo ele, quando recebem a primeira dose da vacina.

"É um momento de preocupação, porque um comportamento como esse pode trazer desequilíbrio dentro da normalidade que estamos tentando voltar. Compromete a atividade comercial, os serviços de saúde, compromete o retorno da educação. [...] Mesmo jovem, mesmo vacinado com uma dose, você ainda deve usar máscara", ressalta.

Atualmente, em Ponta Grossa, o decreto municipal prevê o funcionamento de bares até 00h, com capacidade máxima de 50% de lotação. Além disso, é proibido o uso de pista de dança - os clientes devem permanecer sentados - e de narguilé.

Com informações do 'G1'

Notícias Relacionadas »