25/08/2021 às 13h03min - Atualizada em 25/08/2021 às 13h03min

Carreta que passou por PG transportando asas de avião é retida no MS

Veículo e carga ficarão retidos até a apresentação da documentação necessária e a regularização

Da redação, com 'Blog do Caminhoneiro'
Foto: Divulgação
O comboio que, na última sexta-feira (20), chamou a atenção dos motoristas que passavam pela BR-376, na região de Ponta Grossa, por transportar partes de um avião Boeing 272, foi retido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Nova Alvorada do Sul (MS), dois dias depois, no domingo (22). 

Segundo a PRF, o caminhão que transportava uma parte da carga, um Volvo FH 440, atrelado a um semirreboque com as asas da aeronave, foi parado na Unidade Operacional da PRF no km 240 da BR-267. 

Após fiscalização, foi constatado que a carga apresentava medidas maiores do que o descrito na nota de transporte. De acordo com a PRF, o documento apresentava cinco metros e, na checagem, as medidas chegaram a 6,30m, o que exige Autorização Especial de Trânsito (AET). 

A empresa responsável pelo transporte alega que houve movimentação da carga durante a viagem, fazendo com que as medidas saíssem do padrão exigido para o transporte. O veículo e a carga ficarão retidos no local até a apresentação da documentação necessária e a regularização. 

Conforme a PRF, o caminhão partiu do aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, e segue para Cuiabá (MS). A carcaça da aeronave será transformada em restaurante.  

Confira imagens de uma das partes da carga transportada pelo comboio, quando de sua passagem pela BR-376, em Ponta Grossa (se preferir, vire o celular na horizontal para uma melhor visualização)



 
Notícias Relacionadas »