27/08/2021 às 13h31min - Atualizada em 27/08/2021 às 13h31min

1 de cada, com Nagib Nassif Palma

Confira as dicas do delegado-chefe da 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa

Por Nagib Nassif Palma
Foto: André Waiga
Um livro, um filme, uma música, uma série, um lugar, um prato, uma frase, um ícone: oito opções para conhecer e expandir os horizontes, por Nagib Nassif Palma, delegado-chefe da 13ª Subdivisão Policial (SDP) de Ponta Grossa.


1 LIVRO

Manual de Programação Neurolinguística PNL (Joseph O’Connor)


“Desde muito cedo, até por influência da minha mãe, por conta de uma gagueira na minha infância que durou até uns oito ou nove anos, ela começou a me treinar em pensamento positivo, explicar-me sobre o poder do subconsciente, orações de fortalecimento, algo que me fez apaixonar-me pelo tema. Resultado: fiquei aficionado por leituras pertinentes, incluindo esotéricos, religiosos e congêneres. Tenho mais de uma centena deles até hoje na pequena biblioteca do meu escritório em casa. Na sequência, veio aquela vontade, talvez até ilusória [risos], de fazer a diferença na vida, em termos de ajudar a humanidade, a comunidade, algo que até me levou à carreira de delegado de polícia. E, com isso, eu passei a utilizar cada vez mais a Programação Neurolinguística, muito bem explicada no livro em questão, especialmente para iniciantes. É uma obra que certamente contribuiu com a minha formação, ajudando-me a ‘programar-me’ melhor nos meus objetivos e meios de atingi-los, com isso permitindo que eu fizesse o melhor possível na realização dos meus sonhos”


1 FILME 

36 (2004, Olivier Marchal)




“Filme francês que aborda a rotina de uma delegacia na França, quer nos aspectos profissionais, com as suas qualidades e mazelas, quer na vida dos seus integrantes policiais, envolvendo questões investigativas, operacionais, políticas, de relacionamento etc. Um filme muito completo, e acredito ser um raio-X, ainda que romantizado, é óbvio, da vida de um policial no mundo ocidental”


1 MÚSICA

“Tropa de Elite” (Tihuana)




“Por mais clichê que possa parecer [risos], mas representa muita coisa na minha vida, já que a polícia, para mim, acabou virando um estilo de vida, uma conduta permanente, contra a qual tenho lutado nos últimos anos para amenizá-la, no sentido de me focar, dar atenção e compensar a minha amada família – esposa e filhos”


1 SÉRIE 

Black Sails (2014)




“É impressionante como trata da conduta humana em seus mais variados aspectos, além de mostrar a habilidade que precisamos ter para ocupar um lugar de comando, de liderança, em uma equipe e se manter lá, principalmente por se tratar de um ambiente de piratas, com muitos desafios e aventuras, muito parecido, guardadas as devidas proporções, com o mundo policial”


1 LUGAR 

Sítio do pai


“O sítio do meu falecido pai, Nagib J. Quedi Palma, onde muito frequentemente fica a minha mãe, lá na região serrana de Petrópolis, no Rio de Janeiro. É um verdadeiro pedaço do paraíso que, além da beleza natural, com mata, montanha e clima, instalações confortáveis, lembra-me demais os momentos que eu passei com o meu amado pai, que infelizmente a pandemia levou”


1 PRATO 

Pizza


“Neste quesito, o meu lado italiano supera o libanês [risos]”


1 FRASE 

“Faça o movimento que alguma coisa acontecerá…” (Alice Maria Nassif Palma)

“Essa frase é da minha mãe, que eu escutei muitas e muitas vezes, até hoje… E que, de fato, acontece, ou seja, faça por onde que você chegará ao lugar que quiser. É simples, eficiente e eficaz”


1 ÍCONE

Jesus Cristo 


“Quer como filho de Deus, quer como profeta, quer como sábio, quer como homem histórico, Jesus deixou marcas, ensinamentos, exemplos, causas e consequências insuperáveis e muito inspiradoras, em qualquer ótica que o íntimo, o subjetivo, de uma pessoa possa demandar”

Notícias Relacionadas »