31/08/2021 às 16h56min - Atualizada em 31/08/2021 às 16h56min

Giorgia Bocheneck é escolhida presidente do Comitê Territorial Avança Campos Gerais

Comitê atuará na promoção e incentivo à integração das lideranças da região na busca de soluções para o desenvolvimento

Da assessoria
Foto: Divulgação
O Comitê Territorial Avança Campos Gerais definiu na tarde de hoje seus coordenadores. A advogada Giorgia Bin Bocheneck e o presidente da Cacicpar Lino Cesar Castanho Lopes foram escolhidos como presidente e vice. Com a visão de formar um território integrado e reconhecido por promover o desenvolvimento sustentável, o grupo já traçou os eixos a serem trabalhados inicialmente. “A ideia é que, por meio de nossas potencialidades, consigamos construir um ambiente acolhedor, próspero e inovador”, esclarece o consultor do Sebrae, Emerson Lourenço, citando texto construído pelo próprio grupo.

Compras Públicas, educação empreendedora, associativismo e inovação são os quatro eixos que devem pautar as primeiras ações do grupo, formado pela chamada quádrupla hélice (academia, sociedade civil, poder público e privado). “Queremos melhorar a nossa região, inicialmente por meio destes quatro pilares”, conta a presidente do Avança Campos Gerais, Giorgia Bin Bocheneck. Para ela, um desafio foi lançado para começar a fomentar um novo ciclo de desenvolvimento sustentável nos municípios integrantes.

Cada eixo conta com coordenação e grupo próprio para realizar ações. Coordenador das Compras Públicas, Bruno Costa já adiantou que um inventário está sendo realizado para identificar as compras necessárias, além dos potenciais e fornecedores locais. “A ideia é agregar tudo em uma plataforma para facilitar o acesso e fomentar as compras na região”, esclarece.

Do eixo de Inovação, a coordenadora Jaqueline Rodrigues expôs projeto para reconhecer o nível de maturidade das empresas sobre o tema. Para isso, um questionário está sendo elaborado. Após coleta das informações no setor produtivo, as próximas ações devem ser traçadas. “Entendemos que o termo inovação ainda está muito distante das pessoas. Queremos desmistificar e mostrar os benefícios de implantar novos processos nas empresas”, explica Jaqueline.

Gilmar Denck ficou à frente do associativismo no Avança Campos Gerais. “Queremos iniciar da base, mostrando à comunidade o que é e quais seus impactos”, explicou sua representante Bruna.
 
Já o eixo da educação empreendedora pretende focar seus trabalhos na conexão. “Pretendemos estimular a cultura empreendedora. Vamos mapear ações, iniciativas  e intenções, além de fortalecer ações colaborativas”, antecipa a coordenadora Gislaine Martineli Baninski.

Fazem parte do Comitê Territorial Avança Campos Gerais os municípios de Ipiranga, Porto Amazonas, São João do Triunfo, Palmeira, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Sengés. Além dos trabalhos desenvolvidos com os eixos, o Comitê deve realizar, nos próximos dias, evento de institucionalização.

O que é 

O Comitê Territorial Avança Campos Gerais, formado por representantes do poder púbico, instituições de ensino, sociedade civil e empresários, foi formalizado nesta terça-feira (31). O mandato é de dois anos (2021/2022) e tem o corpo técnico composto pela presidente Giorgia Enrietti Bin Bochenek, pelo vice-presidente Lino Cesar Castanho Lopes e pelos coordenadores Gilmar Denck, gerente institucional da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg); Bruno Costa, Secretário Municipal de Agricultura de Ponta Grossa; e pelas docentes Gislaine Martinelli Baniski, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Jaqueline Fonseca Rodrigues, do Cescage.

Formado pelos municípios de Ipiranga, Porto Amazonas, São João do Triunfo, Palmeira, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Sengés, o Comitê vai atuar na promoção e incentivo à integração das lideranças da região na busca de soluções para o desenvolvimento com foco em quatro eixos: acesso ao mercado, inovação e tecnologia, educação empreendedora e associativismo.

“Na união de esforços e junto com todos os envolvidos, como o Sebrae/PR, Acipg , AMCG (Associação dos Municípios dos Campos Gerais) e demais entidades, teremos muito trabalho para tornar a região mais forte e representativa”, diz a presidente do Comitê.

Para tornar o trabalho efetivo, cada um dos eixos priorizados pelo Comitê conta com um plano de ação e planejamento. O eixo de acesso a mercados, coordenado por Bruno Costa, tem entre as propostas centrais a ampliação de oportunidades para produtores rurais e empresários do território através de compras públicas; a promoção e a aproximação entre os potenciais fornecedores de modo que possam ganhar em estrutura e capacidade de negociação para atender o poder público; a ajuda para que os produtores enxerguem as oportunidades e decidam melhor sobre o que plantar/produzir para atender as demandas regulares, entre outras propostas.

Já no eixo da educação empreendedora, coordenado pela professora da UEPG, Gislaine Baniski, têm entre as propostas a criação de recursos de apoio para que professores possam se abastecer com metodologias e informações para difundir o empreendedorismo junto aos alunos; a identificação e fortalecimento de iniciativas para a disseminação do empreendedorismo; a realização de fóruns de debate sobre empreendedorismo, entre outras.

Coordenado pela docente do Cescage, Jaqueline Fonseca Rodrigues, o eixo da inovação e tecnologia tem como objetivo estimular a geração e o compartilhamento de ideias e inovações que contribuam com o desenvolvimento sustentável do território, bem como a melhoria de vida das pessoas; criar uma atmosfera que as pessoas se sintam encorajadas a pensar diferente; desmitificar e decifrar a inovação no território e contribuir com a criação de um ambiente de criatividade.

No eixo do associativismo, que tem à frente Gilmar Denck, o plano é criar cursos e formação contínuos sobre associativismo, levantar e apoiar iniciativas em torno da promoção e associativismo no território, entre outros.

“A formalização do Comitê vai gerar uma participação mais efetiva entre os atores locais, permitindo o pertencimento no desenvolvimento social, econômico e sustentável da região”, explica o consultor do Sebrae/PR, Emerson Ribeiro Lourenço.

Corpo técnico

Presidente:  Giorgia Enrietti Bin Bochenek

Vice-presidente: Lino Cesar Castanho Lopes

Coordenadores:

Eixo associativismo: Gilmar Denck

Eixo acesso a mercados: Bruno Costa

Eixo educação empreendedora: Gislaine Baniski

Eixo inovação e tecnologia: Jaqueline Fonseca Rodrigues.

Notícias Relacionadas »