07/09/2021 às 14h57min - Atualizada em 07/09/2021 às 14h57min

​Mandante de crime brutal ocorrido nos Campos Gerais é preso com a mãe

Criminoso teria agido motivado por ciúmes; mãe foi detida por tráfico de drogas

Da redação, com informações da PC
Foto: Divulgação
Na manhã desta terça-feira (7), após intenso trabalho investigativo realizado pelos policiais da Delegacia de Polícia de Jaguariaíva, foi evidenciado que um homem de 37 anos, indicado como mandante de um homicídio e tentativa de feminicídio ocorridos no mês de dezembro de 2020 no município, estaria escondido em uma residência situada no bairro Primavera, em Jaguariaíva.

De posse das informações, os investigadores locais, com apoio da Polícia Militar (PM), deslocaram-se até o endereço, onde localizaram o citado homem e cumpriram o mandado de prisão preventiva existente em seu desfavor.

Durante a abordagem, a mãe do foragido, uma mulher de 54 anos, tentou dispensar uma mochila, dentro da qual estavam armazenadas 388 gramas de crack, divididas em 40 porções pequenas, devidamente embaladas para venda, e outras frações maiores, assim como R$ 3.982,00 em notas diversas.

Tanto o homem quanto a mulher foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo, na sequência, encaminhados aos estabelecimentos prisionais pertinentes, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário.

Relembre o caso 

No dia 11 de dezembro do ano passado, por volta das 7h, uma pessoa a princípio desconhecida entrou em uma residência situada na rua Tucunaré, bairro Santa Cecília, em Jaguariaíva, e efetuou dois disparos de arma de fogo contra a cabeça de Adilson da Silva de Lima, popularmente conhecido como “Bugio”, causando a sua morte, além de haver efetuado quatro disparos contra uma jovem de 22 anos que estava no local, deixando-a em estado gravíssimo, ocasionando a perda da visão do seu olho esquerdo.

Diante dos fatos, a equipe da Delegacia da Polícia Civil de Jaguariaíva empreendeu diligências visando identificar a autoria e os motivos que levaram ao crime. De posse das informações coletadas, o delegado de polícia da comarca, Derick Moura Jorge, representou pela decretação da prisão preventiva do mandante do crime, assim como do possível autor dos fatos, este último um homem de 20 anos, sendo tal pleito deferido pelo Poder Judiciário local. 

Assim, no dia 27 daquele mês, a Polícia Civil de Jaguariaíva conseguiu localizar o citado homem e realizar a sua prisão, além de evidenciar que o crime foi cometido por ciúmes da moça que estava na casa e foi vitimada pelo crime. O mencionado homem, após ser interrogado e confessar a autoria do crime, foi encaminhado à Cadeia Pública local, onde permanece à disposição do Poder Judiciário. 

O mandante do crime, por sua vez, permaneceu foragido até a presente data, na qual foi preso tanto por força do mandado de prisão preventiva que pendia em seu desfavor quanto pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, esses últimos cometidos em coautoria com a sua mãe.

Notícias Relacionadas »