14/09/2021 às 10h04min - Atualizada em 14/09/2021 às 10h04min

Polícia divulga foto e nome de suspeito pela morte de empresário em PG

Indivíduo foi indiciado pelos crimes de homicídio tentado e consumado por motivo torpe

Da redação
Foto: Divulgação
A Polícia Civil do Paraná (PCPR) divulgou, nesta terça-feira (14), a foto do suspeito de um homicídio ocorrido no dia 28 de agosto, em Ponta Grossa (veja mais abaixo). Na ocasião, após uma discussão, Norberto Daniel teria esfaqueado o empresário Odon Walmor Medeiros, bem como o seu pai, em uma hamburgueria do município.  

Após investigações de alta complexidade, a PCPR identificou o homem e solicitou o mandado de prisão preventiva, que foi decretado pela Justiça. No início de setembro, o homem foi indiciado pelos crimes de homicídio tentado e consumado por motivo torpe. 

O caso 

Norberto Daniel é o principal suspeito de ter matado a facadas o empresário do ramo de veículos seminovos e diretor do clube América, Odon Walmor Medeiros, de 42 anos, no dia 28 de agosto, em uma hamburgueria na rua Londrina, região do bairro Nova Rússia, em Ponta Grossa.

Segundo informações, Odon e seu pai estavam no estabelecimento quando se envolveram em uma briga com Norberto, que golpeou os dois com diversas facadas. Odon morreu no local. O seu pai, de 63 anos, foi encaminhado a um hospital do município em estado grave. 

O corpo de Medeiros foi sepultado no cemitério Parque Jardim Paraíso, às 10h do dia 30 do mesmo mês. O empresário deixa duas filhas, Bruna, de 23 anos, e Graziele, de 14 anos. 

Pessoa do bem

Também diretor do clube América, o vereador Izaias Salutiano (PSB) lamenta a morte do colega e amigo. 

"Assassino cruel, motivo fútil, nenhum valor pela vida humana. Ceifou a vida de um pai de família, pessoa do bem, que sempre foi solidário com quem precisava dele. Realizou muito trabalho social de forma anônima, só quem conviveu com ele sabe. Foi mais que irmão, uma pessoa do bem, sempre se preocupando em auxiliar a todos", afirma.

Como denunciar 

A PCPR solicita a colaboração da sociedade com informações que auxiliem na identificação do suspeito. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 197 da PCPR, 181 Disque Denúncia, ou (42) 99807-9691, diretamente à equipe de investigação.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!