16/09/2021 às 16h43min - Atualizada em 16/09/2021 às 16h43min

"Fora Bozo": outdoor com críticas a Bolsonaro é instalado em Ponta Grossa

Segundo idealizador, outdoor é uma "resposta democrática aos que acreditam que Ponta Grossa é palco de uma direita extremista"

Da redação
Foto: Wilton Paz
Uma das vias mais movimentadas de Ponta Grossa, a rua Emílio de Menezes, que conecta o Centro da cidade ao bairro de Oficinas, ganhou um outdoor com críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã desta quinta-feira (16).

Idealizada pelo artista visual e professor Wilton Paz, a placa exibe uma representação de Bolsonaro como um palhaço maligno e traz frases de protesto contra as quase 600 mil mortes pela COVID-19 registradas no Brasil, o preço do gás de cozinha a R$ 110,00 e da gasolina a R$ 7,00, e os 15 milhões de desempregados de todo o país. No rodapé, a exclamação "O povo brasileiro quer saúde, trabalho e educação, e não fuzil!".

O intenso tráfego de veículos e pedestres no local não foi o único motivo para o outdoor ter sido instalado ali. Segundo Paz, há a possibilidade de Bolsonaro visitar o Colégio Estadual Cívico-Militar Professor Colares quando visitar o município, o que deve ocorrer no próximo dia 25. De acordo com o artista, caso a passagem do mandatário pelo colégio se concretize, há a possibilidade de ele “dar bem de cara” com o outdoor.

"Um professor me informou que o Bolsonaro, quando vier para cá, irá ao Colégio Cívico-Militar Professor Colares, ao lado do [estádio] Germano Krüger. Como aquela rua da lateral do colégio só vem, ele terá que fazer a volta na próxima rua. Então, ele vai dar bem de cara com o outdoor. E só vão tirar depois da vinda dele para cá", explica Paz. 

"Resposta democrática a uma direita extremista"

Viabilizado através de uma "vaquinha" que já recebeu 33 contribuições e continua aberta a doações (veja aqui), o outdoor, de acordo com o artista, é uma resposta democrática "aos que acreditam que Ponta Grossa é palco de uma direita extremista e que vomita as suas ideias e ideologias a rodo, incluindo no seu bolo fecal toda a população".

"Não, não são todos os ponta-grossenses que estão satisfeitos com esse governo, não são todos os ponta-grossenses que estão felizes em pagar mais de R$ 100,00 em um botijão de gás ou R$ 7,00 no litro da gasolina, ou, ainda, mais de R$ 60,00 em um quilo de carne, isto quando podem comprar carne", completa.

Segundo o artista, outros outdoors devem ser instalados na cidade com críticas a Bolsonaro nos próximos dias. "Esse foi o primeiro e não será o último manifesto democrático daqueles que protestarão, sim, não aos gritos nas ruas, em silêncio, com a plena certeza e convictos de que apertarão a tecla verde da urna eletrônica nas eleições de 2022, dando descarga na diarreia fétida que é esse governo para o Brasil", observa. 


Polêmicas anti-bolsonaristas 

Essa foi a primeira vez que Paz polemizou com bolsonaristas. No dia 4 deste mês, quando transitava pela avenida Visconde de Taunay, na região do bairro Contorno, o artista avistou um outdoor com mensagem de apoio ao presidente. 

O texto original da placa, instalada próximo ao supermercado Atacadão, trazia as frases "Por Deus", "Por nossas famílias", "Por quem trabalha" e "Por quem produz", concluindo com "Estamos contigo, presidente". No rodapé, a inscrição "Ponta Grossa — PR" e a hashtag "#fechadocombolsonaro".

Paz fotografou a placa e criou uma versão digital irônica do outdoor. Em seguida, postou a sua versão nas redes sociais — até o fechamento desta matéria, a publicação já havia obtido 173 reações e 63 compartilhamentos.

No lugar das mensagens originais, a versão modificada trazia frases como "Pelas 583 mil mortes", "Pelo gás a R$ 110,00", "Pela gasolina a R$ 7,00", "Pelo churrasco (kg) a R$ 1.700,00" e termina com "Pastamos contigo, presidente". No rodapé, em vez de "#fechadocombolsonaro", a hashtag "cagadocombolsonaro".

Confira a original e a versão retrabalhada digitalmente por Paz: 


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!