24/09/2021 às 15h31min - Atualizada em 24/09/2021 às 15h31min

Família de PG paga recompensa de R$ 20 mil para quem entregar foragido da Justiça

Foragido foi indiciado pelos crimes de homicídio tentado e homicídio consumado por motivo torpe

Da redação
Foto: Reprodução
A família do empresário ponta-grossense Odon Medeiros anunciou, nesta sexta-feira (24), que pagará R$ 20 mil para quem entregar o paradeiro de Norberto Daniel (foto), acusado de assassinar Medeiros a facadas no dia 28 de agosto em uma hamburgueria de Ponta Grossa.

Segundo uma familiar, as denúncias podem ser feitas através da página 'Justiça por Odon Medeiros' no Facebook (aqui) ou pelos telefones 197 (PCPR), 181 (Disque Denúncia) e (42) 9-9807-9691, diretamente à equipe de investigação. O anonimato do denunciante é garantido. 

O caso 

Norberto Daniel é o principal suspeito de ter matado a facadas o empresário do ramo de veículos seminovos e diretor do clube América, Odon Medeiros, de 42 anos, no dia 28 de agosto, em uma hamburgueria localizada na rua Londrina, região do bairro Nova Rússia.

Segundo informações, Medeiros e seu pai estavam no estabelecimento quando se envolveram em uma briga com Norberto, que golpeou pai e filho com uma faca. Medeiros morreu no local. O seu pai, de 63 anos, foi encaminhado a um hospital do município em estado grave. 

Após investigações, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) identificou Norberto como o principal suspeito e solicitou mandado de prisão preventiva, que foi decretado pela Justiça. No último dia 14, a PCPR divulgou a foto e a identidade de Norberto, que passou a ser considerado oficialmente foragido da Justiça. 

O suspeito foi indiciado pelos crimes de homicídio tentado e homicídio consumado por motivo torpe. 

Imagem divulgada pela família do empresário nesta sexta-feira: 


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!