29/09/2021 às 09h21min - Atualizada em 29/09/2021 às 09h21min

Estelionatário tenta aplicar 'golpe do Pix' em advogado de PG; veja conversa

Criminosos descobrem relações de parentesco pelas redes sociais e se passam por familiares

Da redação
Foto: Divulgação
O advogado Sérgio Bellotto, de Ponta Grossa, foi alvo de uma tentativa de ‘golpe do Pix’ na manhã desta quarta-feira (29). De acordo com Bellotto, uma pessoa entrou em contato com ele através do aplicativo de mensagens WhatsApp passando-se por sua irmã, Elisa Bellotto Dal Pizzol. 

Nas mensagens (veja abaixo a conversa), “Elisa” afirma que precisou trocar de número e aparelho porque o seu telefone celular apresentou problemas técnicos. Em seguida, o criminoso pede que Bellotto lhe faça o “favor” de realizar uma transição via Pix para uma terceira pessoa. 

“Estou tentando fazer uma transferência via Pix e não estou conseguindo, porque o ‘token’ [gerador de senhas usado por instituições bancárias para proteger clientes contra fraudes] do meu aplicativo não está cadastrado nesse aparelho. Consegue fazer?”, alega o estelionatário.

O advogado começou a desconfiar depois que o golpista usou a palavra “Sérgio” para se referir a ele. “A minha irmã não me chama de Sérgio”, comenta Bellotto, que deu continuidade à conversa para tirar mais informações do criminoso ou de algum possível comparsa. 

Na sequência, o advogado afirma que realizará a transferência no valor de R$ 1.490,00, solicitada pelo criminoso, mas ressalta que só poderá efetuar a transação no período da tarde. 

“Mas eu preciso para agora”, diz o golpista. “Daí não consigo”, responde Bellotto. “Pode deixar, então. Obrigado [SIC]”, replica o estelionatário e apaga a maior parte das mensagens, incluindo aquelas com os dados da conta que receberia o pagamento. 

Alerta 

Segundo especialistas do ‘Canaltech’, para golpes como esse, os estelionatários descobrem relações de parentesco pelas redes sociais e se passam por familiares das vítimas. Além disso, usam as redes para pegar fotos e informações que tornem a fraude mais verossímil.

No caso da tentativa de golpe contra Bellotto, o criminoso roubou uma foto de sua irmã, descobriu a relação de parentesco entre eles e teve acesso ao número do advogado. De posse desses elementos, ele tentou aplicar o golpe, mas sem sucesso.

Bellotto informa que levará o assunto ao conhecimento das autoridades policiais, mas destaca que tornou público o caso para alertar a população em relação ao golpe.

Confira a conversa entre o advogado e o estelionatário, e veja como o criminoso age: 








 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!