11/10/2021 às 15h19min - Atualizada em 11/10/2021 às 15h19min

Como uma empresa do ramo de marcenaria de PG aumentou a receita mesmo com a pandemia

Grupo GMAD encontrou na parceria com empresas de pequeno e médio porte a base para o seu crescimento em 2021

Da assessoria
Foto: Divulgação
O último ano, 2020, foi de insegurança para empresários do setor de marcenaria. Com a baixa das vendas e o aumento expressivo nos preços dos insumos para produção, muitos encerraram as atividades ou precisaram recorrer a bancos, familiares e amigos.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mais de 75 mil empresas fecharam durante esse período. Porém, essa não foi a realidade da GMAD, que encontrou na inovação uma base sólida que permitisse um crescimento de 18%, em comparação com 2019.

Renovação

Durante o último ano, com o crescimento do home office, as pessoas passaram a estar mais tempo em casa, o que reforçou um desejo nutrido há alguns meses, o de renovação.

Mais clientes recorreram à marcenaria para modificar diferentes ambientes ou transformar espaços em escritórios. No entanto, mesmo com essa movimentação, houve uma mudança na mentalidade dos consumidores, que passaram a recorrer, em sua maioria, às marcas já reconhecidas no mercado.

Foi justamente a confiança que permitiu que o setor de marcenaria crescesse mesmo em meio à crise e encontrasse, em 2021, números positivos. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (ABIMÓVEL), houve um aumento expressivo do acumulado de vendas no primeiro trimestre deste ano, cerca de 14,7% a mais que o mesmo período de 2020. 

Incentivo

No Brasil, existem cerca de 17 mil empresas especializadas em marceneira de pequeno e médio porte. Esses números correspondem apenas às formais, se considerarmos os informais o número duplica. O que justamente coloca o Brasil como o país que mais vende e produz móveis na América Latina, segundo o Banco do Nordeste.

Portanto, apesar de serem valores animadores, GMAD reitera que acreditar no futuro do país é incentivar marceneiros a encontrar seu próprio lugar no mercado. Essa confiança foi responsável por reforçar sua posição como líder no setor e permitiu que mais brasileiros acreditassem em seu potencial.

Investimentos

A gigante da marcenaria, trabalha com produtos e serviços especializados para marceneiros e seus clientes. Com mais de 70 lojas no Brasil e cerca de 3.000 colaboradores, o Grupo precisava encontrar uma forma eficiente de manter os trabalhos em dia. Foi quando reforçou seu investimento em produções digitais que a aproximassem dos clientes e possibilitassem entrega agilizada. E é aqui que a experiência entra.

Reconhecida no mercado, a GMAD pode confiar em sua própria experiência para desenvolver projetos inovadores. A empresa acredita que alguém precisa fazer primeiro, e colocar em prática suas ideias pode ser a forma ideal de se apresentar ao cliente como confiável e pioneira.

O Grupo acreditou na aproximação com os marceneiros e parceiros fornecedores. Além disso, garantiu um constante aprimoramento e renovação de suas filiais, criando novas lojas e galpões, iniciando reformas e adquirindo ferramentas que auxiliassem no trabalho dos colaboradores, como caminhões, empilhadeiras e máquinas para centros de serviços.

Tudo isso possibilitou que passasse a entregar para todo Brasil. Dessa forma, teve certeza de que o negócio estava pronto para crescer nos meios digitais. Com isso, iniciou outra fase do processo, o desenvolvimento de um catálogo virtual e do próprio e-commerce, que deve ser lançado em breve e incluir todos os produtos atuais, além de outros.

Notícias Relacionadas »