15/10/2021 às 08h31min - Atualizada em 15/10/2021 às 08h31min

Portos do Paraná é destaque em mais um prêmio nacional por boas práticas

Empresa pública responsável pela administração dos portos de Paranaguá e Antonina

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Portos do Paraná foi mais uma vez reconhecida nacionalmente por boas práticas de operação e gestão portuária. Nesta quinta-feira (14), a empresa pública responsável pela administração dos portos de Paranaguá e Antonina recebeu da Agência Nacional de Transportes Aquaviários o Prêmio Antaq 2021 em duas categorias: 1º lugar em Conformidade Regulatória entre os portos públicos organizados e 2º lugar na categoria Desempenho Ambiental, modalidade “Maior Índice de Desempenho Ambiental 2020”. O reconhecimento da agência reguladora da atividade portuária no País é realizado a cada dois anos. 

A solenidade de entrega foi no Clube Naval, em Brasília. A Portos do Paraná foi representada pelos diretores de Desenvolvimento Empresarial, André Pioli (presidente em exercício), e de Meio Ambiente, João Paulo Ribeiro Santana.

“Os portos paranaenses, mais uma vez, foram agraciados com o título de mais organizados no Brasil. Destaco os trabalhadores do complexo portuário, aos trabalhadores portuários avulsos, aos representantes das empresas, a toda a nossa gestão e ao governador Carlos Massa Ratinho Junior”, afirmou Pioli.

Segundo ele, o trabalho desenvolvido nos portos paranaenses é exemplo para todo o País.

O diretor de Meio Ambiente, que recebeu a premiação pelo Índice de Desempenho Ambiental (IDA), também celebrou o resultado. “Novamente estamos à frente dos maiores portos do Brasil. Esse é um prêmio de toda a comunidade portuária”, disse Santana.

No último mês de setembro, os portos do Paraná foram eleitos os de melhor gestão pública do Brasil. O reconhecimento foi feito pelo governo federal na segunda edição do Prêmio “Portos + Brasil”, entregue pelo Ministério da Infraestrutura. 

Vencedora em duas das oito categorias, a empresa pública Portos do Paraná liderou o ranking nacional nas práticas de mercado e em gestão. Este foi o segundo ano consecutivo como líder do ranking.

CONFORMIDADE – Na categoria “Conformidade Regulatória”, como explica a Antaq, foram premiadas as empresas que melhor atenderam o novo modelo de perfil de risco da fiscalização da agência.

Entre os portos públicos, nos três primeiros lugares, na modalidade “Porto Organizado”, além da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (1º lugar) foram premiadas a Companhia Docas de São Sebastião (2º lugar) e a Companhia Docas da Paraíba (3º lugar).

Nessa mesma categoria, na modalidade Arrendamento, as empresas TCP (1º lugar) e Rocha Terminais Portuários e Logística S.A (3º lugar) também foram premiadas.

MEIO AMBIENTE – Já entre os portos públicos selecionados na categoria de gestão do Meio Ambiente, junto com o Porto de Paranaguá (2º lugar), foram destaques os portos de Itajaí, em Santa Catarina (1º lugar), e Terminal Portuário de Pecém, no Ceará (3º lugar). 

PRÊMIO – Eduardo Neri, diretor geral da Antaq, disse que o prêmio trouxe neste ano a novidade de destacar as melhores atitudes responsivas, na categoria de Conformidade Regulatória para premiar boas condutas. 

“Era o que faltava para destacarmos ainda mais a questão da governança. É muito bom ver os portos e as administrações correndo atrás para alcançar ainda mais e melhores resultados”, disse.

"Ao premiar fomentamos a concorrência e promovemos a inovação e o desenvolvimento de um setor que é tão importante para a nossa economia. Precisamos de um setor portuário preparado e ainda mais forte para o futuro", afirmou Marcelo Sampaio, secretário executivo do Ministério da Infraestrutura.

Notícias Relacionadas »